Brasília, 2 de dezembro de 2021 às 13:56
Selecione o Idioma:

Cuba

Postado em 03/10/2017 1:57

Departamento de Estado: EUA expulsam 15 diplomatas cubanos

.

© AP Photo/ Pablo Martinez Monsivais, Pool

O Departamento de Estado dos EUA disse nesta terça-feira (3) que decidiu expulsar quinze diplomatas cubanos, destacando que aos diplomatas foram dados sete dias para deixar os Estados Unidos.

“Esta manhã, o Departamento de Estado informou o governo de Cuba que estava ordenando a saída de 15 de seus funcionários de sua embaixada em Washington”, disse um representante norte-americano.

A decisão não reflete uma mudança na política de estabelecimento de laços diplomáticos com Havana, afirmou aos jornalistas um alto funcionário do Departamento de Estado.

Todos os diplomatas não essenciais dos EUA em Cuba deverão deixar Havana até o fim desta semana como resultado de uma série de ataques sonoros, disse o funcionário.

Além disso, pessoal diplomático norte-americano não será enviado para Havana até que o governo cubano assegure sua segurança e proteção, de acordo com o Departamento de Estado.

Em 14 de setembro, senadores dos EUA enviaram uma carta ao secretário de Estado Rex Tillerson, apelando ao Departamento de Estado para que feche a embaixada em Havana e expulse todos os diplomatas cubanos dos Estados Unidos. Entretanto, na semana passada, Tillerson disse à emissora CBS que o governo norte-americano estava estudando o fechamento de sua embaixada em Cuba

© AP Photo/ Pablo Martinez Monsivais, Pool
AMÉRICAS

URL curta
135919

O Departamento de Estado dos EUA disse nesta terça-feira (3) que decidiu expulsar quinze diplomatas cubanos, destacando que aos diplomatas foram dados sete dias para deixar os Estados Unidos.

“Esta manhã, o Departamento de Estado informou o governo de Cuba que estava ordenando a saída de 15 de seus funcionários de sua embaixada em Washington”, disse um representante norte-americano.

A decisão não reflete uma mudança na política de estabelecimento de laços diplomáticos com Havana, afirmou aos jornalistas um alto funcionário do Departamento de Estado.

Todos os diplomatas não essenciais dos EUA em Cuba deverão deixar Havana até o fim desta semana como resultado de uma série de ataques sonoros, disse o funcionário.Além disso, pessoal diplomático norte-americano não será enviado para Havana até que o governo cubano assegure sua segurança e proteção, de acordo com o Departamento de Estado.

Em 14 de setembro, senadores dos EUA enviaram uma carta ao secretário de Estado Rex Tillerson, apelando ao Departamento de Estado para que feche a embaixada em Havana e expulse todos os diplomatas cubanos dos Estados Unidos. Entretanto, na semana passada, Tillerson disse à emissora CBS que o governo norte-americano estava estudando o fechamento de sua embaixada em Cuba.

Comentários: