24.5 C
Brasília
sexta-feira, 21 junho, 2024

Daesh sequestra 400 pessoas no leste da Síria

© REUTERS/ Rodi Said
Segundo informações da mídia, o grupo terrorista matou cerca de 300 civis e sequestrou mais 400 depois de ter realizado ataques na cidade síria de Deir ez-Zor.

Terroristas do Daesh sequestraram 400 civis, entre os quais mulheres e crianças, na parte oriental da Síria, declarou o Observatório de Direitos Humanos sírio, baseado no Reino Unido, no domingo (17).

No sábado (16), a agência noticiosa síria SANA informou que o grupo terrorista massacrou mais de 300 pessoas na vila de al-Bagilya, a ocidente de Deir ez-Zor.

“Depois de realizar o ataque contra Deir ez-Zor (no sábado), o Daesh sequestrou pelos menos 400 civis entre os habitantes do subúrbio de al-Bagilya <…>”, informou o Observatório no domingo (17).

“Os sequestrados incluem mulheres, crianças e familiares de combatentes pró-governamentais”.

No domingo, o grupo observador disse que, desde o pôr-do-sol de sábado, foi possível documentar a morte em Deir ez-Zor de pelo menos 135 pessoas.

O observatório recebeu informações de várias fontes segundo as quais, entre os mortos estão pelos menos 50 agentes das forças pró-governamentais e milícias leais ao governo.

Residentes locais disseram à Sputnik que cerca de 280 pessoas foram mortas no ataque.

“Um massacre horrível realizado pelos militantes do Daesh teve lugar hoje em al-Bagilya, Deir ez-Zor. A razão é a cooperação com o Exército sírio”, disse um dos residentes.

O representante do Comitê Internacional da Cruz Vermelha disse à Sputnik que a organização está preocupada com as informações sobre o massacre de civis em Deir ez-Zor mas se recusou a comentar a situação até que seja confirmada.

Leia mais: http://br.sputniknews.com/mundo/20160117/3320684/Daesh-midia-sequestro-civis.html#ixzz3xWXECz00

ÚLTIMAS NOTÍCIAS