14.5 C
Brasília
terça-feira, 11 junho, 2024

Cuba lembra o início da colaboração médica no mundo

Havana, 23 mai (Prensa Latina) O ministro das Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez, recordou hoje o envio, há 61 anos, da primeira brigada de colaboração médica de seu país ao exterior.

Em seu perfil na rede social

Nosso pessoal de saúde é um exemplo de solidariedade e dedicação para salvar vidas, observou Rodríguez em sua mensagem.

Também o Ministro da Saúde desta nação caribenha, José Ángel Portal, lembrou que desde aquela primeira missão internacionalista na Argélia existiram mais de 600 mil colaboradores da Saúde que prestaram os seus serviços em todas as latitudes com sensibilidade, heroísmo, dedicação e profissionalismo.

O dia 23 de maio de 1963 marcou um marco na história de Cuba. Naquele dia, um avião transportou 29 médicos, quatro estomatologistas, 14 enfermeiras e sete técnicos de saúde para a Argélia, para prestar serviços permanentes àquela cidade, lembrou hoje Michael Cabrera, diretor da Unidade Central de Colaboração Médica.

Cabrera afirmou que 58 brigadas de especialistas cubanos em saúde colaboraram no enfrentamento à pandemia da Covid-19 em 42 países.

Atualmente, mais de 22.600 colaboradores na ilha prestam estes serviços, agrupados em 54 brigadas, que respondem às necessidades manifestadas por cada um dos governos que solicitam os seus serviços.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS