Brasília, 6 de agosto de 2022 às 15:27
Selecione o Idioma:

Venezuela

Postado em 30/07/2022 9:16

Corte britânica decide a Guaidó em litígio por ouro venezuelano

.

Do redator de Pátria Latina

Guaidó não tem nenhum mandato, não representa o povo venezuelano e mesmo assim,  se autoproclamou presidente da Venezuela com apoio dos EUA e do próprio Reino Unido. Mas, a pergunta direta é:

Quantos quilos de ouro os membros da Suprema Corte inglesa receberam para dá ganho de causa a Guaidó , quando a Venezuela tem um presidente democraticamente eleito pelo povo e é o seu legitimo representante (Valter Xéu)

Londres (Prensa Latina) A Suprema Corte de Londres decidiu nesta sexta (29) a favor do autoproclamado presidente da Venezuela Juan Guaidó na disputa pelas reservas de ouro do país sul-americano armazenadas no Banco da Inglaterra.
A juíza Sara Cockerill, que presidiu na semana passada a mais recente audiência realizada na semana passada no Tribunal de Comércio, essa instância não reconhece a sentença proferida pelo Supremo Tribunal da Venezuela (TSJ) que anulou a nomeação de Guaidó de um conselho ad hoc para administrar a Central Banco da Venezuela (BCV).
Decidi que a Câmara Guaidó ganhou: As decisões do TSJ não podem ser reconhecidas, anunciou o magistrado em um veredicto de mais de 60 páginas.

Comentários: