Brasília, 25 de janeiro de 2022 às 03:10
Selecione o Idioma:

Bolívia

Postado em 25/11/2021 4:40

Continua na Bolívia a Marcha pela Pátria em apoio ao presidente

.

La Paz (Prensa Latina) Representantes da chamada Marcha pela Pátria em apoio ao governo do Presidente Luis Arce e da democracia começaram hoje o segundo dia da mobilização a caminho de La Paz.

“Estamos satisfeitos com a resposta. Desde às 05h00, o povo está mobilizado e marchando”, disse o líder do Movimento ao Socialismo (MAS), Evo Morales, que está liderando a marcha desde terça-feira, segundo a Agência Boliviana de Informação (Agencia Boliviana de Información).

Morales salientou que o povo sabe que existe um grupo de direita que está prejudicando o país e não quer que famílias pobres levantem sua economia.

Acrescentou que, ao contrário do governo de facto de Jeanine Áñez, a administração de Arce busca a reativação econômica e a atenção do povo boliviano na luta contra a pandemia de Covid-19.

Entre as organizações que lideram a mobilização estão a Central Obrera Boliviana e o Pacto de Unidade, formado por entidades como a Confederación Sindical Única de Trabajadores Campesinos.

A Confederação Nacional das Mulheres Indígenas Camponesas Nativas – Bartolina Sisa e a Confederação Sindical das Comunidades Interculturais Nativas também fazem parte da caminhada.

A lista das instituições sociais que compõem a Marcha pela Pátria inclui o Conselho Nacional de Ayllus e Markas de Qullasuyu e a Confederação dos Povos Indígenas do Leste da Bolívia.

No dia anterior, eles partiram de Caracollo, no departamento de Oruro, liderados pelo Presidente Arce, Vice-Presidente David Choquehuanca, e Morales.

Arce convocou todos os bolivianos a defender a unidade diante da agressão da oposição e garantiu que esta mobilização demonstrará a coesão popular.

Comentários: