19.5 C
Brasília
sábado, 24 fevereiro, 2024

Com crise, bancos lucram menos: R$ 11 bi em três meses

A crise demorou, mas chegou aos bancos. Pelo menos é assim que o mercado financeiro reagiu à queda da lucratividade de Itaú Unibanco e Bradesco nos três últimos meses. Mesmo assim, no segundo trimestre do ano, tais instituições financeiras lucracam R$ 11 bilhões.
Na semana passada, o Itaú anunciou o lucro líquido de R$ 5,518 bilhões entre abril e junho, queda de 7,7% em relação aos R$ 5,984 bilhões lucrados um ano antes. Se comparado aos três primeiros meses do ano, no entanto, houve aumento: 6,4%.

Bradesco também lamentou na semana anterior a “crise”, que reduziu seu lucro contábil em 7,6% no segundo trimestre na comparação com igual período de 2015: caiu de R$ 4,47 bilhões para R$ 4,13 bilhões. Sobre o primeiro trimestre, aumento de 0,3%.

Já o Santander Brasil, o maior banco estrangeiro no País, lucrou R$ 1,806 bilhão, 8,8% em relação aos três meses anteriores. O resultado de 2015 não foi anunciado.

A justificativa para a variação negativa é o aumento da inadimplência de brasileiros desempregados e cada vez mais endividados. Para evitar sangria maior, os bancos vêm aumentando o preço fixo de seus serviços e demitindo funcionários.

 Fonte: Brasileiros

ÚLTIMAS NOTÍCIAS