19.5 C
Brasília
sábado, 24 fevereiro, 2024

Colômbia e UE assinam acordo para apoiar a paz

Bogotá, 3 de julho (Prensa Latina) A União Europeia (UE) e o Governo da Colômbia assinaram hoje um acordo para apoiar a implementação neste país do acordo de paz alcançado em 2016.
O projeto de apoio orçamentário de 12,52 milhões de euros à Política de Reincorporação Social e Econômica do Fundo Europeu de Paz está focado na política de reincorporação social de ex-combatentes das Forças Armadas Revolucionárias do Exército Popular da Colômbia , tornar-se o partido político da Força Alternativa Revolucionária Comum (FARC).

Este apoio europeu é um compromisso de consenso entre os 27 Estados-Membros da União Europeia e também das instituições europeias e do Parlamento Europeu, que deram apoio unânime ao processo de paz, afirma o bloco regional.

As FARC enfatizam que cumpriram e cumprirão o que foi acordado em Havana, Cuba, para alcançar uma paz duradoura e estável na Colômbia e, nesse sentido, muitos de seus membros participam do trabalho em diferentes setores.

No entanto, desde a assinatura do Acordo Final, em 2016, um total de 215 ex-guerrilheiros que decidiram se juntar ao novo processo foram mortos.

No mesmo dia, a força política denunciou o assassinato do ex-guerrilheiro Clever Cantincuz Díaz, cujo corpo foi encontrado com ferimentos de bala na fazenda onde trabalhava, em Tallambí, departamento de Nariño.

‘Com ele, já existem 215 sonhos de paz que se extinguem e continuam a insistir, apesar das violações’, enfatizou esse partido da oposição.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS