Brasília, 27 de junho de 2022 às 03:10
Selecione o Idioma:

Equador

Postado em 06/02/2022 7:51

China e Equador iniciarão conversas para firmar Tratado de Livre Comércio

.

© Foto / Twitter / @LassoGuillermo

Sputnik – A China e o Equador concordaram em iniciar conversas para firmar um Tratado de Livre Comércio entre os dois países, segundo declaração conjunta dos presidentes Guillermo Lasso e Xi Jinping.
“Ambas as partes concordaram em iniciar as negociações de um Tratado de Livre Comércio para explorar os potenciais de comércio, otimizar a cadeia de valor e impulsionar a liberação e facilitação do comércio e investimentos para fomentar o desenvolvimento sustentável, estável e diversificado do comércio bilateral e o aproveitamento de sua contribuição ao desenvolvimento”, comunicou a Secretaria de Comunicação do Equador.
A declaração foi emitida em Pequim, onde o presidente equatoriano está em visita oficial, a convite de Xi Jinping.
Boletim Oficial 401. O governo do Equador continua abrindo mercados com passo firme, fortalecendo as relações bilaterais e estreitando vínculos com parceiros comerciais que permitam colocar mais Equador no mundo e mais mundo no Equador.
Os dois países também pretendem aprofundar a cooperação em âmbitos como o combate à pandemia, investimento, financiamento, desenvolvimento sustentável, comércio eletrônico, informação e comunicações, acesso à Internet, interconectividade e a luta contra a mudança climática.
As relações entre Equador e China entrarão em uma nova etapa. Alegro-me em compartilhar os resultados da reunião com o presidente Xi Jinping: assinatura de um memorando de entendimento para o Tratado de Livre Comércio e uma reunião para iniciar a conversa formal sobre a dívida.
De acordo com a declaração oficial, o governo chinês expressou seu desejo de impulsionar as negociações amigáveis com o Equador sobre temas de cooperação financeira, como o financiamento e a dívida, visando ajudar Quito com relação à crise sanitária e à promoção do desenvolvimento sustentável pós-pandemia.
“Houve um acordo no memorando de entendimento para firmar um Tratado de Livre Comércio com a China, e já foi determinada uma reunião entre os ministros das Finanças da China e do Equador para iniciar as conversas formais sobre a proposta do Equador a respeito da dívida”, afirmou o presidente equatoriano, Guillermo Lasso.

Comentários: