23.5 C
Brasília
segunda-feira, 26 fevereiro, 2024

Castillo acusa oposição por ‘ambição excessiva de poder’

HispanTV – O presidente do Peru, Pedro Castillo, denunciou a “ambição excessiva” de seus oponentes que buscam “tomar o poder a qualquer preço”.

“O país ainda está esperando (…) que as lutas e as arestas sejam imediatamente resolvidas, que os confrontos sejam postos de lado e a ambição excessiva do poder, para conquistá-lo a qualquer preço, seja deposta”, disse o presidente peruano. nesta sexta-feira. .

Falando durante uma cerimônia por ocasião do Dia da Defesa Nacional, Castillo denunciou os ataques permanentes contra a ordem constitucional por parte de “adversários da democracia”.

Segundo o chefe de Estado, há um setor da oposição que pretende anular os avanços do governo em prol da igualdade, identidade e dignidade dos peruanos.

América Latina apoia Castillo e sua luta pela democracia

Da mesma forma, especificou que continuará com o plano de modernização das Forças Armadas para recuperar e manter a paz e a tranquilidade no país, para o qual pediu a unidade dos peruanos para lidar com a delinquência, o terrorismo, as drogas tráfico, pobreza e corrupção.

Pedro Castillo pede ao povo que denuncie os corruptos no Peru

Castillo afirma que no renunciará a la Presidencia pese a presiones | HISPANTV
Castillo afirma que não renunciará à Presidência apesar da pressão | HISPANTV

O presidente do Peru, Pedro Castillo, garante que não vai recuar diante das pressões e dos complôs da oposição que busca removê-lo.

Desde que assumiu o cargo em julho de 2021, Castillo, professor de escola primária e líder sindical, enfrentou muitas tentativas de oposição no Parlamento para desocupá-lo.

O que o Congresso peruano busca com as acusações contra Castillo?

Em 12 de agosto, o Ministério Público peruano anunciou a abertura de uma sexta investigação contra Castillo por um suposto crime contra a tranquilidade pública, na modalidade “organização criminosa”.

Castillo nega seu envolvimento em atos irregulares ou de corrupção e promete lutar até o fim contra “as forças golpistas” e pela democracia. Além disso, ele deixa claro que não vai recuar diante das pressões e tramas da oposição que buscam removê-lo.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS