17.5 C
Brasília
terça-feira, 21 maio, 2024

Caravana de Pastores pela Paz volta a desafiar bloqueio contra Cuba

Washington (Prensa Latina) Em um novo enfrentamento ao bloqueio estadunidense contra Cuba, os membros da XXXII Caravana da Amizade de Pastores pela Paz chegarão a Havana na próxima segunda-feira.

Mais de 20 cidades foram percorridas pelos “caravanistas” em três rotas que se fundiram na última segunda-feira em Jacksonville, na Flórida, e seguiram para a última parada, São Petersburgo, antes de se reunirem em Miami, ponto de partida para Havana.

Conforme confirmado à Prensa Latina pela Dra. Samira Addrey, a maioria dos 91 “caravanistas” são jovens entre 18 e 30 anos que nunca estiveram no país caribenho antes.

É nosso objetivo alcançar “novas gerações de amigos de Cuba”, disse Addrey, coordenadora do programa da Fundação Inter-religiosa para a Organização Comunitária (IFCO) / Pastores pela Paz.

Comentou que este ano o trigésimo aniversário das caravanas, cuja primeira edição em 1992 trouxe à ilha 15 toneladas de artigos como leite em pó, medicamentos, bíblias, bicicletas e material escolar, é motivo de comemoração.

Agora a ênfase da jornada é a assistência médica, destacou Addrey, formada pela Escola Latino-Americana de Ciências Médicas de Havana.

Explicou que nas reuniões de solidariedade realizadas em cada uma das cidades das rotas (centro-oeste, nordeste e sul) foram arrecadados doações e também fundos para a compra de medicamentos essenciais que serão entregues ao povo cubano.

Os integrantes da nova caravana permanecerão em Cuba até 30 de julho e durante esse período realizarão um extenso programa de atividades.

Em entrevista concedida à Prensa Latina no ano passado, Gail Walker, diretora executiva da IFCO/Pastores pela Paz, afirmou que inúmeras pessoas nos Estados Unidos se opõem ao bloqueio contra Cuba e que muitos estão decepcionados com a política de Joe Biden para a ilha.

Filha do fundador das caravanas, o saudoso reverendo Lucius Walker, Gail reiterou então seu respeito pelo exemplo que o país caribenho oferece ao mundo.

A Caravana de Pastores pela Paz é uma imagem da verdadeira política de povo para povo, destacou Walker, agradecendo a Cuba e confirmando seu amor por essa luta.

Pastores para a Paz nasceu em 1988 como um projeto da IFCO em resposta à agressividade na América Latina do governo do então presidente Ronald Reagan.

No dia 15 de novembro, a XXXI Caravana chegou após uma pausa de dois anos devido à pandemia de Covid-19.

De acordo com os Pastores pela paz, nunca antes o governo dos EUA testemunhou tal desafio à sua hostilidade anticubana.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS