30.5 C
Brasília
quinta-feira, 29 fevereiro, 2024

Bolsonaro ignora direito de resposta de Lula e pode pagar multa de R$ 100 mil por hora

© AP Photo / Marcelo Chello

Sputnik –A campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) acionou a do presidente Jair Bolsonaro (PL) no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta quinta-feira (27), acusando o adversário de não cumprir com decisão que determinou direito de resposta ao petista.
Conforme informou o jornal O Globo, a campanha de Lula quer que o TSE reitere a cobrança de direito de resposta.
O TSE fez a concessão há sete dias, e até agora Bolsonaro não cumpriu com a determinação. A resposta se refere a uma publicação feita no Twitter pelo atual presidente que relaciona Lula a uma facção criminosa.

“Por essas razões, a coligação peticionante pugna pela reiteração da ordem de imediato cumprimento da decisão por parte do sr. Jair Messias Bolsonaro, sob pena de multa de R$ 100.000,00 (cem mil reais) por HORA de descumprimento”, diz ação apresentada pelo jurídico da campanha de Lula.

O pedido é feito em meio às denúncias de Bolsonaro de uma ausência de inserções de rádio em favor do presidente. Em coletiva de imprensa realizada na quarta-feira (26), o mandatário disse que se sente ‘muito prejudicado’ pelo TSE.
O presidente do TSE, Alexandre de Moraes, arquivou ação apresentada pelo candidato sobre as inserções tendo em vista que a responsabilidade de fiscalizar a veiculação é dos candidatos e também por falta de provas. O ministro pediu, ainda, que a Procuradoria-Geral Eleitoral investigue um possível crime eleitoral por parte da chapa de Bolsonaro.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS