24.5 C
Brasília
segunda-feira, 27 maio, 2024

‘Bolsonaro governa para milicianos, alguns responsáveis pela morte de Marielle’, diz Lula

© AP Photo / Leo Correa

Lula (PT) discursou em um ato unificado das centrais sindicais, que marcou o Dia do Trabalhador, neste domingo (1º), na praça Charles Miller, em São Paulo.
O ex-presidente voltou a criticar o governo de Jair Bolsonaro (PL) e disse que o atual chefe de Estado “só governa para milicianos, alguns, inclusive, responsáveis pela morte de Marielle [Franco]”.

“E nós queremos saber quem mandou matar Marielle!”, declarou.

O petista iniciou o seu pronunciamento reconhecendo que errou ao dizer que Bolsonaro não gosta de gente, “só de polícia”.
“Gostaria de pedir desculpas aos profissionais da segurança. Eu que vivo pedindo que para que a imprensa admita seus erros contra mim, não poderia deixar de pedir desculpas pelo meu erro”, comentou.
Ele aproveitou para dizer que há seis anos espera um pedido de desculpas de quem o acusou durante os processos da Lava Jato, “ainda mais agora em que a ONU reconheceu que fui vítima de uma sacanagem”.
ex-presidente faltou, principalmente, das condições econômicas no país, denunciando a crise que afeta os trabalhadores.
“Temos que lutar pela redução da inflação em aumento de salário, para que o povo possa comer. São 116 milhões de pessoas com insegura alimentar“, disse Lula.
Ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff (PT) durante evento no Rio de Janeiro, 18 de dezembro de 2019. - Sputnik Brasil, 1920, 27.04.2022

Notícias do Brasil

Comitê da ONU conclui que Moro foi parcial e dá vitória para Lula

ÚLTIMAS NOTÍCIAS