24.5 C
Brasília
quinta-feira, 22 fevereiro, 2024

Bolívia define nova data para as eleições gerais

La Paz, (Prensa Latina) As autoridades eleitorais da Bolívia, representantes das diferentes forças políticas e seus candidatos definem nesta terçla (02) a data definitiva das próximas eleições gerais, adiadas pela emergência sanitária causada pelo Covid-19.
Inicialmente prevista para o mês de maio e depois com prazo até 2 de agosto, especula-se que as votações serão realizadas no próximo setembro, proposta que se apoiada por todos os atores políticos deve ser ratificada pelo Supremo Tribunal Eleitoral do país andino-amazônico.

Segundo a mídia local, a data provisória para as eleições é 6 de setembro, data apoiada pelos candidatos do Movimento ao Socialismo, Luis Arce, de Juntos, Jeanine Áñez, e da Comunidad Ciudadana, Carlos Mesa, de acordo com o jornal Los Tiempos.

Nas próximas eleições gerais, os bolivianos elegerão um novo presidente e vice-presidente da república, senadores, deputados e outras autoridades departamentais e municipais.

De acordo com pesquisas oficiais, os candidatos do MAS são favoritos a vencer nas pesquisas, mesmo no primeiro turno, uma tendência que parece continuar apesar dos adiamentos causados pelo Covid-19.

A Bolívia é administrada por um governo de facto chefiado pela autoproclamada presidente Áñez, que tomou o poder após o golpe de estado que forçou Evo Morales a renunciar em novembro de 2019.

Desde então, têm sido repetidas as queixas sobre a ilegitimidade da atual administração e a necessidade de restaurar a ordem constitucional no país andino-amazônico através de novas eleições.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS