15.5 C
Brasília
terça-feira, 11 junho, 2024

Argélia condena o massacre bárbaro no campo de Nusseirat, na Faixa de Gaza

ARGEL – A Argélia condenou, nesta segunda-feira, (10) “nos termos mais fortes e enérgicos” o bárbaro massacre cometido pela entidade sionista, sábado, contra civis indefesos no campo de Nusseirat, na Faixa de Gaza, indica um comunicado de imprensa do Ministério dos Negócios Estrangeiros e a Comunidade Nacional no Exterior.

“A Argélia condena nos termos mais fortes e enérgicos o massacre bárbaro cometido pela entidade saqueadora no sábado contra civis indefesos no campo de Nusseirat na Faixa de Gaza, e a sua perseguição a estes crimes desprezíveis que estão a aumentar em ferocidade, em flagrante desrespeito pela comunidade internacional e as resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas”, lê-se no comunicado de imprensa.

“Confrontada com este enésimo episódio da série de crimes hediondos cometidos pela brutal ocupação israelita, a Argélia sublinha o imperativo de que o Conselho de Segurança assuma as responsabilidades que lhe incumbem de parar a agressão sionista, de proteger o povo palestiniano na sua contínua provação e o fim da impunidade de que goza a ocupação dos colonatos israelitas, que escapa a qualquer responsabilização e a qualquer sanção”, acrescenta a mesma fonte.

A Argélia “também apela aos órgãos judiciais internacionais para que acelerem o julgamento dos criminosos responsáveis ​​por estes massacres, que constituem uma marca de infâmia para a humanidade”, conclui o comunicado de imprensa.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS