21.5 C
Brasília
sexta-feira, 23 fevereiro, 2024

Acordo de Paz é última homenagem a Fidel, afirma Iván Márquez

Bogotá, 26 nov (Prensa Latina) O comandante das FARC-EP Iván Márquez afirmou hoje que Fidel Castro é o revolucionário mais admirável do século XX e acrescentou que o recente Acordo de Paz constitui uma última homenagem ao líder histórico da revolução cubana.
Tem partido Fidel, o revolucionário mais admirável do século XX, no firmamento tem deixado sua marca de humanidade; escreveu o porta-voz das Forças Armadas Revolucionárias de Colômbia-Exército do Povo (FARC-EP) em sua conta de Twitter.

Na passada quinta-feira o presidente Juan Manuel Santos e o máximo chefe desse agrupamento guerrilheiro, Timoleón Jiménez, subscreveram o pacto definitivo com o que se comprometeram a terminar um longo conflito; as conversas entre ambas partes tiveram como sede Cuba durante quase quatro anos.

Graças Fidel por seu imenso amor por Colômbia, que o Acordo de Paz de Havana seja nossa última homenagem (…) segue vivo na esperança dos pobres da terra e de todos os que sonham com um mundo melhor, sublinhou Márquez em outro de seus Tweets.

Nessa rede social políticos colombianos como a ex-congressista Piedade Córdoba lamentaram também o falecimento a véspera do fundador do processo de mudanças conhecido como revolução cubana.

Comandante Fidel Castro!! Você não só escreveu a história!! Você é a história!!!, expressou a reconhecida defensora de direitos humanos.

A paz posava em seu ombro, Colômbia agradece aos irmãos cubanos por permitir fechar um ciclo de sangue e dor, até sempre comandante!!!, manifestou o movimento Poder Cidadão.

Fidel um homem do tamanho da história, a paz de nosso país tem seu nome, infinitas graças, comentou David Flórez um dos porta-vozes da plataforma Marcha Patriótica em um adeus desde Twitter.

Cuba e Noruega foram os garantes das conversas entre representantes governamentais e das FARC-EP, que concluíram com o Acordo Final rubricado nesta semana no capitalino Teatro Colón, o qual está encaminhado a acabar uma guerra interna a mais de meio século.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS