Brasília, 12 de maio de 2022 às 14:41
Selecione o Idioma:

Especiais

Postado em 16/12/2020 5:47

A crise do Corona à escala mundial: A destruir a sociedade civil, engendrar depressão econômica, golpe de estado global e a “Grande Reinicialização”

.

Cartoon de Large e Jipém.Prefácio

por Michel Chossudovsky [*]

A campanha de medo tem servido como instrumento de desinformação.

No decorrer dos últimos onze meses, desde o princípio de Janeiro, tenho analisado quase diariamente a evolução da crise do Covid. Desde o próprio anúncio em janeiro de 2020, as pessoas foram levadas a acreditar e aceitar a existência de uma epidemia em progressão rápida e perigosa.

Media mentirosos apregoaram a imagem de um vírus mortal , o que inicialmente contribuiu para desestabilizar o comércio EUA-China e interromper viagens aéreas. E a seguir, em fevereiro, “V- o Vírus” (o qual aliás é semelhante à gripe sazonal) foi considerado responsável por disparar a mais grave crise financeira da história mundial.

Então, em 11 de março, foi imposto um confinamento sobre os 193 estados das Nações Unidas, levando ao “encerramento” de economias nacionais à escala mundial.

A partir de outubro, foi anunciada uma “segunda onda”. “A pandemia não está acabada”.

A campanha de medo prevalece. E as pessoas são agora levadas a acreditar que a vacina corona patrocinada pelos seus governos é a “solução”. E que a “normalidade” será restaurada uma vez vacinada toda a população do planeta.

Uma palavra sobre a vacina SARS-CoV-2

Como é que uma vacina para o vírus SARS-CoV-2, a qual sob condições normais levaria anos para ser desenvolvida, foi prontamente lançada no início de novembro de 2020. A vacina anunciada pela Pfizer é baseada numa edição experimental de genes mRNA que têm influência no genoma humano.

Foram realizados os testes padrão de laboratório em animais utilizando ratos ou furões?

Ou será que a Pfizer “foi diretamente para cobaias humanas” ? Os testes em humanos começaram em finais de Julho e princípios de Agosto. “Nunca se ouviu falar de três meses para testar uma nova vacina”. “Vários anos é a norma” .

Pouco divulgado pelos media:   ” Seis pessoas morreram na fase final do ensaio da vacina COVID-19 da Pfizer, revelou a FDA apenas horas depois de a Grã-Bretanha se ter tornado o primeiro país do mundo a aplicar a vacina”.

“Fique tranquilo”, a vacina é “segura”. De acordo com a FDA: diz-se que as mortes não levantam novas questões de segurança ou questões sobre a eficácia da vacina”.

E porque precisamos de uma vacina para a Covid-19 quando tanto a OMS como o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA confirmaram inequivocamente que a Covid-19 é “semelhante à gripe sazonal”?

O plano para desenvolver uma vacina é conduzido pelo lucro. Ele é apoiado por governos corruptos ao serviço dos interesses da Big Pharma. O governo dos EUA já encomendou 100 milhões de doses já em julho em a UE está para comprar 300 milhões de doses. É o Big Money para a Big Pharma, generosos subornos para corromper políticos, a expensas dos contribuintes.

Nos capítulos seguintes, definimos o vírus SARS-CoV-2 e o controverso teste RT-PCR que está a ser usado para “identificar o vírus” bem como para estabelecer as “estimativas” dos assim chamados “casos positivos” (Capítulo II).

No Capítulo III, examinamos em pormenor a cronologia dos eventos desde Outubro de 2020 que levou ao histórico confinamento de 11 de Março de 2020.

Avaliamos as vastas consequências económicas e sociais desta crise incluindo o processo de empobrecimento e redistribuição de riqueza à escala mundial em favor dos multimilionários Super Ricos (Capítulos IV e V).

O programa de vacinação da Big Pharma, o qual está destinado a ser imposto sobre milhões de pessoas em todo o mundo é revisto no Capítulo VII.

O Capítulo IX conclui com uma análise da “Grande Reinicialização” (“Great Reset”) proposta pelo World Economic Forum, a qual, se adoptada, consistiria em sucatear o Estado de bem-estar social (Welfare State) e impor medidas maciças de austeridade sobre uma população empobrecida.

Este E-Book é preliminar. Há um sentido de urgência. Os povos à escala mundial estão a ser enganados pelos seus governos.

Uma palavra acerca da metodologia: o nosso objetivo é refutar a “Grande Mentira” através de análise cuidadosa consistente de:

Uma visão histórica geral da crise do Covid,

Análise científica e revisão pormenorizada de dados “oficiais”, estimativas e definições.

Análise dos impactos das “linhas orientadoras” da OMC e de políticas governamentais sobre variáveis económicas, sociais e de saúde pública.

Nosso objetivo é informar os povos à escala mundial e refutar a narrativa oficial que tem sido usada como pretexto e justificação para desestabilizar o tecido económico e social de países inteiros.

A crise afeta a humanidade na sua totalidade:   7,8 mil milhões de pessoas. Posicionamo-nos em solidariedade com nossos companheiros seres humanos em todo o mundo. A verdade é um instrumento poderoso.

Estou em dívida para com os nossos leitores e a equipe do Global Research.

15/Dezembro/2020

O original encontra-se em www.globalresearch.ca/…

Este prefácio encontra-se em http://resistir.info

Comentários: