19.5 C
Brasília
domingo, 3 março, 2024

A 18a Edição do Prêmio Fotográfico Black & White Spider Awards homenageia a fotógrafa  brasileira Bruna Ramos da Fonte 

Feita em 2013 na cidade de Havana (Cuba), a fotografia Bars (Grades) de autoria da fotógrafa brasileira  Bruna Ramos da Fonte, acaba de ser indicada a um dos prêmios fotográficos mais respeitados do mundo na  categoria “Crianças do Mundo” (Fotografia Profissional) 

LOS ANGELES, 4 DE DEZEMBRO DE 2023 – A fotógrafa profissional Bruna Ramos da Fonte (Brasil) acaba  de ser indicada ao 18th ANNUAL BLACK & WHITE SPIDER AWARDS (18º Prêmio Anual Spider em  Fotografias em Preto e Branco) na categoria CHILDREN OF THE WORLD (Crianças do Mundo) em uma prestigiada Apresentação de Fotografias de Nomeação e de Vencedores transmitida no sábado, dia 18 de novembro de 2023.

A celebração pública, transmitida ao vivo online, foi assistida por líderes da indústria e pela comunidade  fotográfica do mundo todo que assistiram o clímax do principal evento mundial para fotografias em  branco e preto. O time de membros do júri da 18ª edição do prêmio incluiu capitães da indústria, como:  Phillips (London); Flatland Gallery (Amsterdam); David & Goliath (Los Angeles); San Francisco Museum  of Modern Art; Saatchi & Saatchi (London); Portuguese Center of Photography (Porto); Jason McCoy  Gallery (Nova York); Hulsbosch (Sydney); Willas Contemporary (Estocolmo); FCB Global (Nova York); ADK  Creative One Inc. (Tókio); The ArtFactory Club (Viena); Silvan Faessler Fine Art (Suíça); Goldsmiths

(Universidade de Londres); Alfred Ehrhardt Foundation (Berlin); DDB Canada (Edmonton); Galleria  Valeria Bella (Milão); David Clarke (Londres); Chiara Badinella, Art Advisory & Appraisals (Milão); Goodby  Silverstein & Partners (São Francisco); Grey Group (Nova York) e Galerie Bugada Cargnel (Paris), os quais  homenagearam os amigos da Spider Fellows com 612 cobiçados prêmios e 561 indicados em 33  categorias.

“Este ano trouxe mais uma série notável de itens, com brilhantes e novas ideias, o que torna muito  difícil selecionar os vencedores”, comenta Marcel Wijnen, Diretor Criativo (Hulsbosch, Sydney). “Mais  uma vez o Black & White Spider Awards ofereceu uma série de excelentes vencedores, tanto na  categoria Fotografia Profissional quanto Amadora. Há um número de imagens verdadeiramente  extraordinárias – não apenas dos vencedores, mas também daqueles que receberam Menção Honrosa.  Como jurado foi um desafio selecionar dentre tantas propostas excelentes”, acrescentou Conrad  Hechter, Correspondente (Goldsmiths, Universidade Londres).

“É uma façanha incrível ser selecionado entre os melhores dentre 6.193 trabalhos de 69 países  recebidos neste ano”, disse Basil O’Brien, Diretor de Criação do prêmio. “BARS (Grades) de autoria da  fotógrafa profissional Bruna Ramos da Fonte é uma imagem excepcional, selecionada na categoria  Crianças do Mundo, que representa a fotografia em branco e preto na sua máxima expressão, razão  pela qual estamos satisfeitos em conceder a ela o título de Indicada.”

O BLACK AND WHITE SPIDER AWARDS é o prêmio internacional que homenageia a excelência em  fotografias em preto e branco. Este evento celebrado destaca os fotógrafos profissionais e amadores do  mundo inteiro e reconhece as melhores imagens como sendo o maior sucesso em fotografia branco e  preto. Visite: www.thespiderawards.com

SOBRE A FOTOGRAFIA

Tirada em uma tarde quente de novembro de 2013 na cidade de Havana (Cuba), Bars (Grades) retrata um garoto cubano entregue aos seus próprios pensamentos e devaneios, enquanto observa o movimento detrás das grades de sua casa. Para a autora da fotografia que, há uma década visita  Cuba para registrar e acompanhar as transformações sofridas pelo país ao longo do tempo, esta é  uma imagem repleta de simbolismos: “Uma das imagens mais simbólicas de todo o meu acervo, para  mim, o desencantamento que emerge da expressão desse garoto reflete o sentimento de toda a  sociedade cubana, que há décadas vive presa detrás das pesadas grades do cruel embargo imposto  pelos Estados Unidos. Enquanto esperam por transformações que nunca acontecem, os cubanos  observam o mundo que desfila em liberdade bem diante dos seus olhos”, comenta Bruna Ramos da  Fonte. “Estive em Cuba pela terceira vez em agosto de 2023, e infelizmente a situação por lá anda  pior do que estava há dez anos, quando comecei a frequentar o país. A falta de acesso a itens de  primeira necessidade – como alimentos e medicação – aumentou ainda mais essa aura de  pessimismo e tristeza que os cubanos tentam esconder atrás de toda a sua alegria e musicalidade,  cantando para não ouvir o estômago roncar. É uma honra ver essa fotografia ser indicada a um  prêmio tão relevante, pois isso confere a ela a visibilizada necessária para que este garoto seja um  verdadeiro porta-voz das questões do seu povo tão castigado”, completa.

A FOTÓGRAFA

Bruna Ramos da Fonte (São Bernardo do Campo, 1991) é fotógrafa e jornalista, especialista em  Direito Internacional e Direitos Humanos (PUC-Minas), Direitos Humanos, Gênero e Sexualidade (UAM) e Relações Internacionais (UAM).

É autora do projeto Nosotros: Retratos de Latinoamérica, um trabalho de pesquisa e documentação literária e fotográfica que tem a produção musical latino-americana  como ponto de partida para o estudo dos aspectos históricos, políticos e sociais do continente americano.

O seu trabalho fotográfico integra alguns dos acervos fotográficos mais relevantes da América Latina, incluindo a prestigiada Colección Arte de Nuestra América Haydee Santamaría da Casa de las Américas de Havana (Cuba).

No campo da literatura, é autora de diversos títulos, incluindo as biografias de Sidney Magal e Roberto Menescal.

(Fotografia: Rafa Marques/Divulgação)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS