24.5 C
Brasília
sábado, 22 junho, 2024

81% dos peruanos desaprovam Boluarte e 78% pedem sua renúncia

HispanTV – Quase 10% dos peruanos aprovam a gestão da presidente Dina Boluarte e 80% querem eleições antecipadas no país, revela pesquisa.

Segundo levantamento do Instituto de Estudos Peruanos (IEP), publicado pelo jornal local  La República, a gestão de Boluarte é aprovada apenas por 10,9% da população, enquanto 81,6% a consideram negativa e optam por realizar as eleições antes de 2026.

A desaprovação popular cresceu ao longo dos meses desde que Boluarte assumiu o cargo em dezembro passado, depois que o presidente Pedro Castillo foi deposto.

A falta de apoio popular aumentou porque o presidente lidera um governo que reprimiu violentamente os protestos massivos que estão ocorrendo em todo o país.

Segundo os dados, entre fevereiro e julho, o número dos que ainda acreditam que o Peru é uma democracia caiu de 57% para 51%.

Apenas 15% acreditam que é conveniente para Boluarte permanecer no poder até 2026, enquanto 78% concordam que o presidente renuncie agora.

De fato, atualmente, a renúncia de Boluarte é uma das principais reivindicações dos manifestantes, junto com o fechamento do Congresso e a convocação de uma constituinte.

Por sua vez, o Legislativo tem avaliações piores que Boluarte, já que 90,4% rejeitam a atuação dos deputados, 78% acreditam que eles abusam do poder e 77% apoiam a proposta de sua destituição.

Boluarte foi empossado como presidente em 7 de dezembro de 2022, horas após a deposição de Castillo. O apoio das Forças Armadas e a vacância aprovada pelo Congresso permitiram que a sucessão presidencial ocorresse.

Desde então, o Peru mergulhou em uma profunda crise política com manifestações contra o novo governo, em busca da dissolução do Congresso e da convocação urgente de eleições gerais.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS