Brasília, 2 de dezembro de 2021 às 05:08
Selecione o Idioma:

Brasil

Postado em 26/07/2017 9:42

Y QUE VIVA ZAPATA !

.

Mauro Santayana
Com autonomia, e 3.8 bilhões de orçamento, a Procuradoria-Geral da República acaba de triplicar a verba da Operação Lava Jato e de aumentar seus salários em 16% – mesmo aumento obtido no ano passado – em um efeito cascata que fará com que passem a ganhar mais que o salário oficial de um ministro do Supremo, e que pode se estender a procuradores de todos os estados do país.
Muito embora já haja impolutos cavaleiros da justiça recebendo, benefícios somados, mais de 100.000 reais por mês, logo, muito acima do limite máximo permitido constitucionalmente, equivalente ao salário do presidente da República.
Fora as palestras feitas por alguns deles, cujo valor pode atingir – assim como ocorre com gente que pode ser condenada por isso, como é o caso de Lula – dezenas de milhares de reais.
Enquanto isso, com cada vez menos poder e autonomia, neste novo país parido nos vagidos do golpe de 2016 – agora nem sindicatos existem mais para defender o trabalhador e prestar-lhe assistência médica ou jurídica – a chusma que ganha salário mínimo e não tem papai para pagar cursinho para passar em concursos eventualmente fraudados, teve que contentar-se com 6,47% de reajuste e vai ter que dar adeus à política de aumento real adotada pelo PT nos últimos 15 anos.
Daqui em diante, reajuste no mínimo só se for equivalente à inflação, que deve ser de menos de zero, já que oficialmente – e oficiosamente, vide a mídia – os preços estão diminuindo – alguém viu? Onde? Será que foi nos postos de gasolina? – no Brasil.

Comentários: