Brasília, 9 de junho de 2021 às 18:47
Selecione o Idioma:

Papo do Dia:

Internacional

Postado em 14/05/2020 9:57

Vietnã sem novos casos do Covid-19 desde 16 de abril

.

Hanói, (Prensa Latina) O Vietnã iniciou nesta quarta-feira (13) seu vigésimo sétimo dia sem novos casos de Covid-19 na comunidade, uma vez que todos os infectados que detectou de 16 de abril até hoje chegaram de outros países onde a situação epidemiológica é complicada.

Nos últimos dias, o número de pessoas infectadas passou de 268 para 288 por esse motivo, mas todas estão hospitalizadas em centros especializados e estão indo bem. Além disso, a nação indochinesa continua sem relatos de mortes devido ao mal.

Enquanto isso, o número de pacientes recuperados continua a crescer e soma 252, dos quais 87,5% dos pacientes já estão em casa ou estão em quarentena preventiva.

Entre os 36 que ainda são portadores do SARS-Cov-2, nove foram reprovados em dois testes consecutivos para o vírus e sete no primeiro, portanto, o número de reintegrados poderá aumentar nas próximas horas.

Nos últimos 10 dias, por outro lado, aqueles em quarentena preventiva em hospitais ou em casa foram reduzidos em mais de dois terços porque tiveram contato próximo com pacientes confirmados ou retornaram de outros países devastados pelo SARS-Cov-2.

Na quarta-feira da semana passada, o governo considerou que o país está pronto para entrar em uma ‘nova fase normal’, mas sob condições especiais para impedir a propagação da epidemia.

Essa fase consiste basicamente no relaxamento das medidas de distanciamento social e na normalização da produção, serviços e cotidiano em geral, sob critérios científicos que descartam qualquer risco de infestação. As companhias aéreas nacionais também retomaram os voos domésticos, e o transporte público terrestre, marítimo e fluvial oferece os mesmos serviços que os enclaves turísticos retornam progressivamente à normalidade com ofertas especiais para turistas nacionais.

No sábado, em uma teleconferência com representantes de empresas e líderes de governos territoriais, ministérios e entidades estatais, o primeiro-ministro Nguyen Xuan Phuc destacou que embora enfrentar a pandemia seja a maior prioridade do país, a partir de agora é necessário pensar e trabalhar para a reativação da economia.

Xuan Phuc reconheceu que o contexto internacional implica sérios obstáculos e desafios, mas acrescentou que a economia nacional já demonstrou resistência e adaptabilidade às circunstâncias, crescendo 3,82% no primeiro trimestre do ano, o maior índice do país do sudeste asiático.

Comentários: