Brasília, 2 de dezembro de 2021 às 05:20
Selecione o Idioma:

Turismo

Postado em 02/11/2021 5:45

Turismo se alinha com um futuro sustentável antes da COP26

.

Madri (Prensa Latina) A Organização Mundial do Turismo (OMT) expressou hoje seu total apoio a um futuro sustentável para o setor na COP26, ao mesmo tempo em que aprecia os avanços do G20.

Da sua sede em Madri, a OMT destacou que, no início de uma semana crucial para a governança global, a relevância do turismo fará parte dos debates da Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP26).

Ele analisou que foi o mesmo em Roma, quando os líderes do Grupo dos 20 (G20) se reuniram para coordenar planos para uma recuperação sustentável e inclusiva.

“Na Itália, a OMT conseguiu destacar a importância do turismo. Líderes de algumas das maiores economias do mundo endossaram as diretrizes de Roma do G20 para o futuro do turismo, comprometendo-se a tomar medidas para cumprir seus objetivos, em particular para acelerar o retorno de viagens sem problemas e a transformação digital do setor”, afirmou.

O secretário-geral da OMT, Zurab Pololikashvili, garantiu que o G20 representa 70% do turismo mundial e está em uma posição natural para liderar a recuperação do turismo.

Nesse sentido, destacou a necessidade de “coordenação, ações sólidas, apoio político e financeiro para a transição do turismo em direção a uma maior inclusão e sustentabilidade”.

Os assuntos a serem discutidos também serão a Cúpula de Ministros durante o World Travel Market em Londres. “Investir no futuro sustentável do turismo é o tema da reunião deste ano, em 2 de novembro, organizada pela OMT, Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC) e que reúne mais de 20 ministros do turismo, importantes operadoras do setor privado,” ele disse.

A OMT indicou que depois de deixar clara a importância do financiamento e dos investimentos na área, as atenções se voltarão para Glasgow para participar dos debates sob a égide da reunião de cúpula da COP26.

“Esperamos desempenhar um papel ativo nas discussões sobre ação climática e apoiaremos a Declaração de Glasgow, um compromisso para acelerar a mudança do setor para emissão zero”, disse a fonte.

Nesse sentido, ele refletiu sobre o turismo como parte consagrada da agenda da ONU, reconhecida por sua capacidade de contribuir com todos os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

“Na Conferência de Mudança Climática de Glasgow, a OMT vai fechar a lacuna entre os governos e o setor privado para garantir que o turismo cumpra suas responsabilidades de ação climática”, acrescentou.

Ele também ponderou o compromisso que obteve de centenas de operadores do setor privado em todo o mundo de se comprometer com a Declaração de Glasgow.

Comentários: