Brasília, 22 de janeiro de 2022 às 05:26
Selecione o Idioma:

Chile

Postado em 23/06/2020 10:46

Tribunal chileno admite queixa contra Sebastián Piñera

.

Santiago do Chile, 23 de junho (Prensa Latina) Uma ação penal apresentada pelo prefeito da cidade de Recoleta contra o presidente Sebastián Piñera e vários funcionários foi admitida pela Terceira Vara de Garantia desta capital.
Além de Piñera, a denúncia do prefeito Daniel Jadue inclui o ex-ministro da Saúde Jaime Mañalich; o subsecretário de Redes de Saúde Arturo Zúñiga e a subsecretária de Saúde Pública Paula Daza, invocando os crimes de negação de ajuda, abandono de destino e quase assassinato.

O prefeito comunista explicou, ao apresentar a ação judicial, que ela se deve à responsabilidade do ex-ministro e do próprio governo pela morte de 62 moradores da Recoleta, como resultado de ações negligentes e graves no controle da pandemia da Covid-19.

O texto da ação afirma que as autoridades só adotaram ‘medidas parciais e caprichosas em resposta à pandemia sem a expressão de critérios claros e imparciais para sua aplicação ou entendimento’.

Após ser declarado admissível pelo Terceiro Tribunal de Garantia desta capital, o caso foi encaminhado ao Ministério Público, perante o qual o prefeito Jadue declarou que será a justiça a determinar se os crimes foram ou não cometidos.

Até agora o governo não se referiu oficialmente ao assunto, embora consultado pela imprensa, o atual ministro da Saúde, Enrique Paris, disse que a queixa ‘não tem fundamento’, pois em sua opinião todos os esforços possíveis foram feitos pelo executivo para enfrentar a pandemia da Covid-19.

Comentários: