11.5 C
Brasília
terça-feira, 23 julho, 2024

Tentativa de golpe na Bolívia: Presidente denuncia movimentações militares irregulares em La Paz

Sputnik – O presidente da Bolívia, Luis Arce, denunciou nesta quarta-feira (26) movimentações irregulares de militares na praça Murillo, em La Paz.

O ex-presidente do país também apelou a uma mobilização nacional para defender a democracia contra o que classificou como uma tentativa de “golpe de Estado que se prepara à frente do general Zuñiga“.

“Declaramos greve geral por tempo indeterminado e bloqueio de estradas. Não permitiremos que as Forças Armadas violem a democracia e intimidem o povo.”

Militares ingressam no palácio presidencial

Os militares revoltosos teriam ingressado no Palácio Quemado, sede do governo da Bolívia, segundo imagens das manifestações.

Organizações internacionais manifestam apoio a Arce

O secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, condenou nesta quarta-feira as mobilizações irregulares do Exército Boliviano e manifestou solidariedade ao governo do país sul-americano diante de um possível colapso da ordem constitucional.

“A Secretaria-Geral da OEA condena da forma mais contundente os acontecimentos na Bolívia. O Exército deve submeter-se ao poder civil legitimamente eleito. Enviamos nossa solidariedade ao Presidente da Bolívia, Luis Arce Catacora, ao seu Governo e a todo o povo boliviano.”

“A comunidade internacional, a OEA e a Secretaria-Geral não tolerarão qualquer violação da legítima ordem constitucional na Bolívia ou em qualquer outro lugar”, disse a organização.
Grupo de Puebla, fórum de partidos de esquerda também condenou as mobilizações irregulares. “Condenamos o levante antidemocrático de algumas unidades do Exército Boliviano”, disse o boco.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS