Brasília, 16 de junho de 2021 às 15:01
Selecione o Idioma:

Internacional

Postado em 12/02/2021 6:31

Temendo mutações, Alemanha se fecha cada vez mais

.

Policiais fazem controle de automóveis na fronteira entre Alemanha e Áustria

DW Brasil – País começa a controlar também fronteiras terrestres, inicialmente com a República Tcheca e região austríaca do Tirol. Motivo é alta disseminação de variante do coronavírus.

A Alemanha inicia neste domingo (14/02) controles nas fronteiras com a República Tcheca e com a região austríaca do Tirol, que registram altas taxas de infeção com variantes altamente contagiosas da covid-19.

O Ministro do Interior da Alemanha, Horst Seehofer, afirmou nesta quinta-feira (11/02) que o governo alemão incluiu o Tirol, região isolada pelo governo austríaco pela alta de casos da variante detectada na África do Sul, e a República Tcheca na lista de territórios altamente afetados pelas mutações do coronavírus.

A lista já inclui vários países como Brasil, Portugal, Reino Unido e África do Sul. A entrada de viajantes dessas nações está restrita na Alemanha no final de janeiro.  A medida proíbe a entrada de quem chega de trem, ônibus, avião ou navio, com exceções para alemães, cidadãos dessas nações que vivem na Alemanha, donos de autorização de residência na Alemanha, para passageiros em trânsito e transportes de mercadorias e de caráter humanitário.

Também devem ser definidas exceções similares em relação à Áustria e à República Tcheca, particularmente para preservar o estrito intercâmbio econômico com esses países.

Áreas tchecas isoladas

O governo tcheco anunciou o isolamento, a partir desta sexta, de três regiões fronteiriças, incluindo duas localizadas na fronteira com a Alemanha, devido à forte presença da variante detectada no Reino Unido. Os residentes não têm permissão para deixar esses territórios, e ninguém poderá entrar neles, salvo exceções, segundo o governo em Praga.

Apenas os trabalhadores transfronteiriços tchecos que trabalham no setor da saúde, essenciais para a região, estão autorizados a entrar na Alemanha.

O país, com cerca de 10,7 milhões de habitantes, registrou nesta quinta-feira 9.446 novas infecções por coronavírus.

Isolamento na Áustria

O Tirol, isolado desde quarta-feira pelo governo austríaco, é considerado o maior foco europeu da variante sul-africana.

Em contraste, após várias semanas de restrições, as lojas, museus e escolas reabriram nas outras regiões da Áustria nesta segunda-feira, mesmo que o número de contaminações diárias se mantenha em pouco mais de mil.

Em março, a Alemanha fechou pela primeira vez suas fronteiras com países vizinhos, como França, Áustria, Suíça e Dinamarca, para tentar conter a proliferação do coronavírus. A Polônia havia fechado suas fronteiras com a Alemanha pouco antes. Naquele mês, os líderes dos 27 países-membros da União Europeia (UE) também concordaram em fechar as fronteiras externas do bloco durante 30 dias a fim de conter a propagação do novo coronavírus.

md/ (Lusa, DPA)

Comentários: