10.5 C
Brasília
sábado, 20 julho, 2024

Taiwan promete atacar militares chineses se as forças do ELP entrarem na zona de 22 km

© AP Photo / Ng Han Guan

Sputnik –Taiwan reiterou sua determinação de atacar navios de guerra e aeronaves chinesas se eles chegarem a cerca de 22 quilômetros da ilha, disse o chefe de planejamento de combate do Ministério da Defesa de Taiwan, major-general Lin Wen-huang, nesta terça-feira (27).

Ministério da Defesa de Taiwan informa regularmente sobre a atividade de navios de guerra e aeronaves do Exército de Libertação Popular (ELP) da China perto da ilha. No sábado (24), oito aeronaves militares chinesas cruzaram a chamada “linha mediana” do estreito de Taiwan e foram avistadas a cerca de 44 quilômetros da ilha.
“Se o lado do ELP continuar a ignorar nossos avisos ao longo do caminho e forçar seu caminho em nosso espaço aéreo e mar territorial, vamos contra-atacar ativamente para salvaguardar a segurança nacional”, disse Lin à mídia taiwanesa.
A matéria acrescentou que foi a primeira vez em seis meses que aviões de guerra chineses se aproximaram tão perto da ilha.
Taiwan é governado independentemente da China continental desde 1949. Pequim considera a ilha como sua província, enquanto Taiwan afirma que é uma entidade autônoma, mas não chega a declarar independência. Pequim se opõe a qualquer contato estrangeiro oficial com Taipé e considera indiscutível a soberania chinesa sobre a ilha.
última escalada em torno de Taiwan ocorreu em abril, depois que a presidente taiwanesa, Tsai Ing-wen, se reuniu com o presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, Kevin McCarthy. Pequim respondeu lançando exercícios militares maciços de três dias perto da ilha, no que chamou de “advertência” aos independentistas taiwaneses e potências estrangeiras.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS