Brasília, 21 de janeiro de 2022 às 00:32
Selecione o Idioma:

Sem Titulo

Postado em 23/06/2016 12:19

Senado russo propõe visto eletrônico para turistas dos Brics

.

Chineses que entram no país de carro estão entre maiores beneficiados por iniciativa Foto:Depositphotos
RIA NÓVOSTI
Medida tem por objetivo aumentar fluxo de entrada de estrangeiros no país. Medida não tem efeito prático para o Brasil, que já goza de isenção de visto para Rússia desde 2010.
Chineses que entram no país de carro estão entre maiores beneficiados por iniciativa Foto:Depositphotos

O comitê para Assuntos Internacionais do Conselho da Federação (Senado russo) recomendou que a Rússia estude a possibilidade de adotar vistos eletrônicos para turistas de países que integram o grupo Brics, a Organização para Cooperação de Xangai e a União Econômica da Eurásia, além de reduzir o custo dos vistos para os visitantes da China.

“Trata-se de reduzir o custo dos vistos de entrada, simplificar os procedimentos para obtenção de vistos através da introdução de uma versão eletrônica e estender a possibilidade de obtenção de vistos eletrônicos para os países responsáveis por um elevado percentual de entrada de turistas na Rússia, assim como para os países-membros do Brics, da Organização para Cooperação de Xangai e da União Econômica da Eurásia”, informou o presidente do comitê, Konstantin Kossatchev, à agência de notícias RIA Nôvosti.

Apesar de beneficiar todos os países-membros do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), a medida não terá grande efeito para os visitantes brasileiros, que, desde junho de 2010, não necessitam de visto para entrar na Rússia se a viagem não for exceder 90 dias.

“No que diz respeito particularmente à China, a ideia é facilitar os procedimentos de entrada no território russo de cidadãos chineses que viajam em automóveis particulares com fins turísticos, bem como de ônibus que transportam grupos fechados”, disse o senador.

Embora as propostas tenham caráter recomendativo, Kossatchev espera que tais medidas sejam aprovadas em um futuro próximo.

“Cerca de 20 a 30% dos turistas tomam a decisão de viajar de última hora. Isso representa um imenso segmento do mercado turístico internacional. Devido à existência de barreiras de vistos e de logística deixamos escapar uma grande parcela do mercado”, declarou um representante do governo da região de Altai, onde a proposta está sendo discutida.

O projeto para simplificação do regime de vistos será apresentada ao Ministério dos Transportes para análise. Na opinião de especialistas, a decisão deve ser tomada com base nos benefícios mútuos para os países envolvidos.

No ano passado, o presidente russo Vladímir Pútin instruiu o governo a apresentar propostas sobre a possibilidade de isenção de visto para os turistas dos países-membros do Brics.

Publicado originalmente pela agência RIA Nôvosti

http://gazetarussa.com.br/brics/2016/06/22/senado-russo-propoe-visto-eletronico-para-turistas-dos-brics_605249

Comentários: