Brasília, 22 de outubro de 2021 às 16:14
Selecione o Idioma:

Internacional

Postado em 25/06/2021 8:28

Rússia envia pela 1ª vez à Síria caças MiG-31K capazes de portar mísseis hipersônicos

.

DEFESA

Sputnik – Dois caças MiG-31K, capazes de carregar mísseis hipersônicos Kinzhal, foram transferidos pela 1ª vez para a base aérea de Hmeymim, na Síria, informou nesta sexta-feira (25) o Ministério da Defesa da Rússia.

Segundo as autoridades, hoje (25), na parte oriental do mar Mediterrâneo, começou um exercício de treinamento conjunto do destacamento permanente da Marinha da Rússia no mar Mediterrâneo e da aviação da Força Aeroespacial da Rússia.

“No âmbito do exercício, foram transferidos dois aviões MiG-31K a partir de aeródromos nacionais para a base aérea russa de Hmeymim na República Árabe da Síria, capazes de usar os mais recentes mísseis hipersônicos do complexo Kinzhal”, detalha a entidade militar russa.

De acordo com o comandante de uma das tripulações do MiG-31K, os portadores de mísseis hipersônicos realizarão na Síria “missões de treinamento”.

As Forças Aeroespaciais Russas realizam o lançamento de teste do novo sistema de aviação e míssil hipersônico Kinzhal
© SPUTNIK / MINISTÉRIO DA DEFESA DA RÚSSIA
As Forças Aeroespaciais Russas realizam o lançamento de teste do novo sistema de aviação e míssil hipersônico Kinzhal

No mês passado, foi concluída a reconstrução da segunda pista de pouso e decolagem da base, com completa substituição de seu revestimento e instalação de novo equipamento radiotécnico e de iluminação. Vale ressaltar que agora a base aérea russa na Síria pode receber qualquer tipo de aviões, incluindo bombardeiros estratégicos de longo alcance Tu-22M3.

O Kinzhal é uma versão modificada do míssil balístico do sistema Iskander adaptada para lançamento a partir de bombardeiros Tu-22M3 e caças MiG-31K.

O projétil é capaz de atingir a velocidade máxima de Mach 10 e pode ultrapassar de forma garantida todos os sistemas de defesa antiaérea e antimísseis existentes, transportando ogivas nucleares e convencionais a distâncias de até dois mil quilómetros.

Comentários: