Brasília, 19 de junho de 2021 às 17:32
Selecione o Idioma:

Internacional

Postado em 07/06/2021 10:38

Putin oficializa saída da Rússia do Tratado de Céus Abertos

.

RÚSSIA

Sputnik – Presidente da Rússia, Vladimir Putin, assinou a lei de revogação do Tratado de Céus Abertos, a qual acaba de ser publicada no portal oficial de informações legais.

Ao falar sobre quanto tempo tecnicamente levará até a saída definitiva da Rússia do tratado, o vice-chanceler russo Sergei Ryabkov disse que, após a conclusão de todos os procedimentos internos, a Rússia terá de entregar uma nota diplomática – uma notificação aos depositários do Tratado de que foi tomada a decisão de o país se retirar do mesmo.

Em 21 de maio do ano passado, Donald Trump anunciou sua intenção de retirar os EUA do tratado, com base em supostas violações por parte da Rússia, pretexto que Washington costuma usar para justificar sua saída dos acordos internacionais.

Vários países condenaram a decisão da Casa Branca. O procedimento de retirada de Washington foi concluído em 22 de novembro de 2020.

Avião de observação aérea Tu-214ON do Tratado Céus Abertos
© SPUTNIK / MAKSIM BLINOV
Avião de observação aérea Tu-214ON do Tratado Céus Abertos

De acordo com os dados de final de 2020, o Tratado de Céus Abertos foi assinado por 33 países.

Moscou afirmou, entretanto, que, ao saírem do Tratado de Céus Abertos, os americanos esperavam que seus aliados, por um lado, obstruíssem os voos de observação russos sobre as instalações militares dos EUA na Europa e, por outro, que os europeus compartilhassem com Washington suas fotografias aéreas do território russo.

O Tratado dos Céus Abertos, assinado em 1992 em Helsinque, permite que observadores militares realizem voos de vigilância aérea para obter imagens de movimentos de tropas e navios em um vasto território. O documento se tornou uma das medidas de estabelecimento de confiança na Europa após a Guerra Fria.

Comentários: