Brasília, 16 de maio de 2022 às 15:31
Selecione o Idioma:

Brasil

Postado em 30/01/2016 8:06

PT prepara ato de defesa ao ex-presidente Lula

.

Stuckert

Partido promete um contra-ataque, na ocasião das comemorações do aniversário da sigla, marcadas para os dias 26 e 27 de fevereiro, no Rio de Janeiro, à ofensiva da mídia e à pressão de operações em curso contra o ex-presidente Lula e sua família; polêmica mais recente ocorreu em nova fase da Lava Jato, batizada de Triplo X, que teve como foco o condomínio Solaris, no Guarujá, no litoral paulista, em que a família de Lula já teve uma cota; movimentos sociais que compõem a Frente Brasil Popular também pretendem incluir a defesa de Lula nas manifestações contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff previstas para ocorrer na segunda quinzena de março; atos se unem à reação de advogados de Lula que multiplicaram declarações para desmentir acusações e abriram processos judiciais contra difamações na imprensa e nas redes sociais.

247 – O PT planeja uma defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na ocasião das comemorações do aniversário da sigla, marcadas para os dias 26 e 27 de fevereiro, no Rio de Janeiro.

Lula e sua família têm sido alvo de uma ofensiva da mídia e de procuradores em operações em curso. A polêmica mais recente ocorreu na Lava Jato, em que uma ação batizada de Triplo X teve como foco o condomínio Solaris, no Guarujá, no litoral paulista, onde a família de Lula já teve uma cota.

Movimentos sociais que compõem a Frente Brasil Popular também pretendem incluir a defesa de Lula nas manifestações contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff previstas para ocorrer na segunda quinzena de março.

A defesa do ex-presidente tem multiplicado notas e declarações para rebatar as acusações em curso. Lula também anunciou medidas judiciais contra o promotor Cassio Conserino, contra difamações na imprensa e nas redes sociais.

É o caso do empresário João Doria Jr, pré-candidato tucano a prefeito de São Paulo, que disse que o ex-presidente é “um sem-vergonha, um cara de pau” e que pediria ao juiz Sergio Moro para “adiar” eventual prisão do petista.

Leia aqui reportagem de Ricardo Galhardo e Tonia Machado sobre o assunto.

Comentários: