Brasília, 26 de outubro de 2021 às 17:22
Selecione o Idioma:

Nossa América

Postado em 26/11/2016 10:48

Presidentes latino-americanos lamentam partida de Fidel Castro

.

Havana, 26 nov (Prensa Latina) Presidentes latino-americanos enviaram hoje mensagens de condolências a Cuba a raiz do falecimento nesta sexta-feira na noite do líder histórico da Revolução da ilha, Fidel Castro.
Desde sua conta no Twitter, o mandatário venezuelano, Nicolás Maduro, comunicou que transmitiu diretamente via telefônica a seu homólogo cubano, Raul Castro, sua solidariedade com o povo da maior das Antilhas ante a partida do Comandante Fidel Castro.
Maduro assgurou em uma série de mensagens que Fidel partiu para a imortalidade e chamou a todos os revolucionários do mundo a continuar com seu legado e a tremular as bandeiras da independência e o socialismo.
‘Fez história junto aos Povos do Mundo para assinalar um Caminho de Dignidade… História Grande com os princípios de Bolívar e Martí…’, comentou o chefe de Estado, quem, ademais, realçou parte do legado do líder cubano para os povos latino-americanos e caribenhos.
Entre as principais contribuições à região mencionou à Aliança Bolivariana para os Povos de Nossa América e o mecanismo de cooperação energética Petrocaribe.
Desde sua conta na citada rede social, o presidente de Equador, Rafael Correa, disse: ‘Foi-se um grande. Morreu Fidel. ‘”Viva Cuba! Viva América Latina!’.
Por sua vez, o presidente de El Salvador, Salvador Sánchez Cerén, apontou em Twitter: ‘Com profunda dor recebemos notícia do falecimento de querido amigo e eterno colega, Comandante Fidel Castro Ruz’.
‘Fidel viverá sempre nos corações dos povos solidários que lutamos pela justiça, dignidade e fraternidade’, acrescentou em outra mensagem.
O presidente do México, Enrique Peña Nieto, disse: ‘Lamento o falecimento de Fidel Castro Ruz, líder da Revolução cubana e referente emblemático do século XX’.
De acordo com o mandatário mexicano, ‘Fidel Castro foi um amigo de México, promotor de uma relação bilateral baseada no respeito, o diálogo e a solidariedade’.
O líder histórico da Revolução cubana faleceu nesta sexta-feira às 22:29 (hora local) à idade de 90 anos.

Comentários: