Brasília, 27 de novembro de 2021 às 09:48
Selecione o Idioma:

Internacional

Postado em 22/11/2020 8:31

Portugal proíbe viagens e fecha escolas por causa da COVID-19

.

EUROPA

Sputnik – Segunda onda da pandemia de coronavírus é uma realidade no continente europeu e traz consigo o fechamento do comércio e das atividades não essenciais em diversos países.

O governo de Portugal anunciou neste sábado (21) uma série de restrições para tentar conter o avanço da COVID-19. Entre elas, o fechamento de escolas e a proibição de viagens intermunicipais durante os feriados no início de dezembro.

O objetivo, segundo o primeiro-ministro António Costa, é reduzir a proliferação do coronavírus pelo país.

​​Durante os dois feriados, nos dias 1º e 8 de dezembro, o governo português determinou o fechamento de diversas repartições públicas. António Costa pediu que empresas privadas adotem a mesma política para as respectivas datas.

Políticas de isolamento

Na quinta-feira (19), o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, havia solicitado apoio ao Parlamento para ampliação, por mais 15 dias, do estado de emergência imposto para enfrentar a COVID-19, devido ao recorde de novas infecções no país.

O estado de emergência nacional, que entrou em vigor em 9 de novembro, inclui o toque de recolher noturno e lockdowns parciais nos fins de semana em 191 dos 308 municípios de Portugal.

Em algumas dessas localidades, é proibida a circulação de pessoas das 23h às 5h, e o comércio é obrigado a fechar às 22h.

Primeiro-ministro português, António Costa, durante encontro com correspondentes estrangeiros em Lisboa
© SPUTNIK / CAROLINE RIBEIRO
Primeiro-ministro português, António Costa, durante encontro com correspondentes estrangeiros em Lisboa

Comentários: