Brasília, 19 de maio de 2022 às 16:29
Selecione o Idioma:

Brasil

Postado em 18/09/2018 5:54

Podcast: Chomsky e a prisão dos donos da Globo

.

Ter medo da Globo? “Essa é a norma na América Latina”… (Reprodução: YouTube/Fundação Perseu Abramo)

Quando a Esquerda deixar de ser vira-latas

Podcast: Chomsky e a prisão dos donos da Globo

Do blog Conversa Afiada

Olá, tudo bem?

Esse podcast é sobre a prisão dos donos da Globo e seus trombones.

O professor Noam Chomsky, 90 anos, é professor Emérito de Linguística do MIT – Massachusetts Institute of Technology e da Universidade do Arizona.

Ele é considerado o pai da Linguística Moderna.

E também um incansável ativista político, autor de mais de cem livros, entre os clássicos “O consenso fabricado”, “O poder americano e os novos mandarins”, “O controle da mídia” e “Quem governa o mundo”.

Nessa segunda-feira, 17 de setembro de 2018, Chomsky deu uma palestra no Instituto de Mídia Alternativa Barão de Itararé, em São Paulo.

O tema foi a mídia.

Chomsky recomendou a leitura de Gramsci e a análise do “lugar-comum hegemônico”, e o prefácio – raramente publicado – de George Orwell para a “Revolução dos Bichos”.

Orwell trata do controle da imprensa pelos ricos.

E do controle das cabeças: quem frequentou as universidades de Oxford e Cambridge sabe que certas coisas não podem ser ditas.

Por exemplo, esse prefácio de Orwell só veio à luz trinta anos depois de escrito.

Chomsky tratou da relação da imprensa com a Esquerda latino-americana.

Contou que, nos anos 80, passou uma semana num retiro de jesuítas na Nicarágua e pôde ler, com atenção, o que escrevia o jornal La Prensa, da família Chamorro.

La Prensa defendia abertamente a derrubada do Governo sandinista, porque apoiava a ação dos “Contras”, financiados e armados pelo Governo Reagan.

Em qualquer país do mundo – disse ele -, os donos de La Prensa seriam presos – e teriam sorte se fossem só presos…

Nos Estados Unidos, por exemplo, mesmo onde a imprensa é dos ricos, jamais ocorreria essa possibilidade de haver uma imprensa universal e uniformemente contra!

No espaço destinado a perguntas, o ansioso blogueiro perguntou a Chomsky (casado com uma brasileira) como ele explica Lula não ter ido para cima da Globo.

“Essa é a norma”, ele respondeu, candidamente.

É assim nos governos de Esquerda da América Latina, mesmo em situação de guerra, como foi na Nicarágua e na Venezuela.

E prosseguiu, com a mesma narrativa suave:

No Brasil e em outros países da América Latina, governos de Esquerda (como o de Lula) foram “incrivelmente abertos aos ataques da mídia”.

“Isso, nos Estados Unidos, seria imediatamente suprimido!”

“E os donos e os executivos dessas empresas teriam muita sorte se fossem só presos!” – completou.

Um blogueiro perguntou se ele ainda acreditava que o Brasil poderia ser um “colosso”!

“É o que muitos achavam no início do século passado. E isso de fato aconteceu nos anos de Lula e Celso Amorim, quando o Brasil esteve no centro do cenário mundial.”

E isso pode acontecer de novo?

Sim, pode, ele respondeu!

Se e quando, diz agora o ansioso blogueiro, o governo brasileiro finalmente impedir que a Globo ajude a rasgar a Constituição – como fez em 1964 e 2016 – e apoie o interesse nacional americano, com a desnacionalização da Economia.

Quando os governos de Esquerda – diz o ansioso blogueiro – deixarem de ser vira-latas.

Que correm atrás do caminhão e voltam na primeira esquina.

Comentários: