22.5 C
Brasília
quinta-feira, 18 julho, 2024

“Passo certo”: Argélia elogia inclusão de Israel na lista negra da ONU

Pessoas feridas, incluindo crianças, no Hospital dos Mártires de Al-Aqsa, Gaza, em 2 de dezembro de 2023.

HispanTV – A Argélia instou a comunidade internacional a assumir responsabilidades e garantir a protecção das crianças palestinianas, vítimas da violência israelita em Gaza.

En medio de la escalada de los ataques de Israel contra la Franja de Gaza y las amplias agresiones hacia El Líbano, la Organización de las Naciones Unidas (ONU) ha incluido oficialmente a Israel en la lista negra de violadores de los derechos de los niños a nível mundial.

O representante permanente da Argélia junto da ONU, Ammar Benjama, descreveu esta inclusão como “um passo correcto”, dado que as forças israelitas foram acusadas de cometer graves violações contra crianças em conflitos armados.

Durante a sessão do Conselho de Segurança da ONU realizada esta quinta-feira, Benjama sublinhou a magnitude da tragédia que vivem os habitantes de Gaza, expressando que não há palavras suficientes para a descrever.

Imagem

Benjama também exigiu um cessar-fogo imediato na Faixa de Gaza e acesso incondicional e desimpedido à ajuda humanitária.

Salientou que mais de 600 mil menores vivem nas ruas sem acesso à educação e que 75% das escolas em Gaza precisam de ser completamente reconstruídas ou necessitam de grandes projectos de reabilitação para funcionarem.

Segundo o Ministério da Saúde palestiniano, nos últimos 9 meses, mais de 15 mil crianças perderam a vida em Gaza devido à violência israelita, enquanto outras 19 mil ficaram órfãs e quase quatro mil estão sob os escombros.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS