Brasília, 20 de janeiro de 2022 às 15:46
Selecione o Idioma:

Brasil

Postado em 27/03/2020 6:11

Parte brigada médica cubana a Belize para enfrentar a Covid-19

.

Havana, 26 mar (Prensa Latina) Um primeiro grupo de 25 cooperantes entre médicos gerais integrais, licenciados em enfermaria, epidemiólogos e tecnólogos em laboratório clínico e imagenología viaja hoje a Belize para ajudar no combate à Covid-19.
Os galenos cubanos fazem parte dos quase 60 membros do Contingente Internacional de Médicos Especializados em Situações de Desastres e Graves Epidemias Henry Reeve, que prestará sua colaboração nessa nação centroamericana, onde já foram confirmadas duas pessoas contagiadas com o coronavirus SARS-CoV-2, causante da Covid-19.

Na manhã de hoje uma avançada dessa brigada foi abanderada na Unidade Central de Cooperação Médica, onde se ratificou o compromisso de trabalhar junto às autoridades sanitárias, pessoal de saúde e povo desse país para evitar a propagação da doença.

Amanhã quinta-feira partirá o segundo grupo com 33 membros para assim completar os 58 especialistas que compartilharão suas experiências e profissionalidade ante esta emergência epidemiológica que vive o mundo, desde que o novo coronavirus se expandiu a 169 nações com um saldo de 16 355 falecidos.

Uma vez completada a brigada será recebida oficialmente pelas altas autoridades de Belize, onde os colaboradores cubanos terão as garantias necessárias para trabalhar, incluídos os meios de proteção, imprescindíveis para sua proteção ante o risco de ser infectados.

Como em ocasiões anteriores de desastres naturais ou epidemiológicos, Cuba tem enviado pessoal da saúde a Jamaica, Venezuela, Itália e agora Belize, para combater uma pandemia de grande impacto.

A ilha soma este gesto a sua ampla história de cooperação médica e seus profissionais são reconhecidos internacionalmente por suas grandes capacidades, solidariedade e compromisso que agora são ratificados ante a propagação da Covid-19.

Comentários: