Brasília, 29 de novembro de 2021 às 14:49
Selecione o Idioma:

Paraguai

Postado em 21/05/2018 9:31

Pressão: Paraguai inaugura embaixada em Jerusalém

.

© REUTERS / Ronen Zvulun

Nesta segunda-feira (21), o país latino-americano inaugurou sua embaixada em Jerusalém, seguindo decisão controversa dos EUA que provocou protestos maciços em muitos países muçulmanos.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e o presidente paraguaio, Horacio Cartes, compareceram à cerimônia da inauguração.

“Agradeci ao presidente [Cartes] por sua decisão [de transferir a embaixada], o que destacou os fortes laços entre os dois países e sua liderança corajosa”, escreveu no Twitter o ministro da Segurança Pública israelense, Gilad Erdan, que recebeu o presidente paraguaio no aeroporto.

Anteriormente, outro país latino-americano, Guatemala, deu o mesmo passo, expressando seu apoio à decisão do presidente norte-americano.

​​Os Estados Unidos inauguraram sua embaixada em Jerusalém no dia 14 de maio, justamente no dia em que foi comemorado 70º aniversário do Estado soberano de Israel.

A transferência da embaixada norte-americana de Tel Aviv causou uma nova ronda de confrontos violentos entre Israel e manifestantes palestinos na Faixa de Gaza. De acordo com últimos dados, como resultado dos eventos, ao menos 61 pessoas morreram, todos do lado árabe.Israel considera Jerusalém como sua capital, incluindo a parte oriental da cidade, anexada pelos israelenses durante a Guerra dos Seis Dias em 1967. Contudo, a comunidade internacional não reconhece o status da cidade, enquanto os palestinos reivindicam Jerusalém Oriental como sua capital.

Comentários: