Brasília, 23 de outubro de 2021 às 05:30
Selecione o Idioma:

Internacional

Postado em 13/03/2018 2:16

‘Ocidente não gosta que Rússia tenha poderosas armas modernas por simples razão’

.

© Sputnik/ Aleksandr Vilf

Neste caso, a insatisfação do Ocidente representa um “descontentamento de um predador que percebeu, que nessas condições não pode realizar suas aspirações predatórias”, acredita especialista político.

As recentes declarações de Vladimir Putin sobre o novo armamento do Exército russo causaram descontentamento em Washington e Londres: o presidente estadunidense Donald Trump e a premiê britânica Theresa May as consideram “irresponsáveis”, segundo indica o comunicado da Casa Branca.Neste contexto, o especialista político e membro do Conselho Presidencial de Relações Interétnicas da Rússia, Bogdan Bezpalko, explicou ao serviço russo da Rádio Sputnik por que o Ocidente não gostou das palavras do presidente russo.

Em sua opinião, Washington e Londres “não gostam que Rússia tenha poderosas armas modernas por uma simples razão, pois neste caso não pode ser realizada sua doutrina de ataque preventivo”.

O especialista explicou que “EUA e seus aliados, como o Reino Unido e outros países, seguem o conceito de que para eles tudo é possível, incluindo um ataque preventivo ou um ataque nuclear, mesmo se não seja consequência de um ataque contra EUA e seus aliados, mas que simplesmente ameaça — segundo creem — seus interesses”.

“Portanto, esta situação é a expressão do descontentamento de um predador que percebeu, que nessas condições não pode realizar suas aspirações predatórias”, concluiu o especialista.

Comentários: