27.5 C
Brasília
terça-feira, 23 abril, 2024

O número de palestinos mortos por Israel em Gaza sobe para 31.553

Palestinos procuram seus entes queridos sob os escombros.

Sputnik – O número de palestinianos que foram mortos nas atrocidades do regime israelita na Faixa de Gaza ultrapassou os 31.500.

O Ministério da Saúde palestiniano informou, através de um comunicado divulgado este sábado, que “o número de palestinos que caíram mártires aumentou para 31.553 e o número de feridos aumentou para 73.546”, como resultado da indiscriminada ataques de Israel contra Gaza desde 7 de Outubro.

Da mesma forma, revelou que a ocupação israelita, nas últimas 24 horas, cometeu 7 massacres contra famílias na Faixa de Gaza, nos quais 63 pessoas perderam a vida e outras 112 sofreram ferimentos.

O Ministério Palestiniano também afirmou que há inúmeras vítimas que “ainda estão sob os escombros” e “deitadas nas estradas”, ao mesmo tempo que alerta que a entidade sionista impede o acesso de ambulâncias e pessoal da Defesa Civil a essas áreas.

A UNRWA indicou esta sexta-feira que Israel deixou 23 milhões de toneladas de escombros como resultado dos seus ataques a Gaza.

Neste contexto, o porta-voz da Defesa Civil de Gaza, Mahmoud Basal, disse este sábado que estimam que quase 8.000 pessoas ainda estejam sob os escombros.

Em Outubro passado, o regime israelita desencadeou uma guerra genocida contra os palestinianos após a sua derrota na Operação “Tempestade Al-Aqsa”.

Após 160 dias desta agressão, e apesar dos avisos de muitas organizações internacionais sobre a situação crítica dos palestinianos na Faixa de Gaza, a entidade sionista, patrocinada pelos EUA e alguns países europeus, continua a atacar os palestinianos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS