Brasília, 12 de agosto de 2022 às 14:11
Selecione o Idioma:

Brasil

Postado em 16/03/2021 9:09

O efeito Lula e o novo ministro da saúde

.

BRASIL

Sputnik – O médico Marcelo Queiroga foi anunciado como o novo ministro da Saúde nesta segunda-feira (15). É o quarto ministro a ocupar a pasta desde o começo da pandemia da COVID-19.

O novo ministro afirmou, em entrevista à Globonews, que o presidente Jair Bolsonaro determinou um “amplo debate” com a comunidade média para buscar um “resultado melhor diante da pandemia.

“O presidente determinou que se fizesse um amplo debate com a comunidade médica para que a gente harmonize mais as relações e tenhamos um resultado melhor diante da pandemia”, afirmou Queiroga nesta segunda-feira (15).

O ministro Marcelo Queiroga substituiu Eduardo Pazuello, que estava à frente do Ministério da Saúde desde maio de 2020. Antes de Pazuello, também passaram pela pasta Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich. Ambos divergiram do presidente Jair Bolsonaro sobre a maneira de combater a pandemia da COVID-19.

Marcelo Queiroga, que é presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia, informou que se reunirá com Pazuello nesta terça-feira (16) de manhã, dando início a uma transição de “uma ou duas semanas”.

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello
© FOLHAPRESS / PEDRO LADEIRA
O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello

O novo ministro da Saúde também declarou que o Sistema Único de Saúde (SUS) tem sido uma “grande ferramenta” no enfrentamento da pandemia.

De acordo com ele, o objetivo da sua gestão que em 2021 seja garantida uma cobertura vacinal “mais ampla o possível”.

“[A troca de ministros] é apenas uma mudança no ministério para que as políticas que o presidente quer colocar em prática aconteçam com maior concretude”, completou.

Comentários: