Brasília, 13 de agosto de 2022 às 22:02
Selecione o Idioma:

Nicarágua

Postado em 14/01/2022 5:54

Nicarágua receberá dois milhões de doses anti-Covid doadas pela China

.

Manágua, (Prensa Latina) A Nicarágua receberá este ano dois milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 da China para continuar a campanha de imunização que hoje atinge mais de 78,5% da população.

A nação asiática também doará uma série de equipamentos tecnológicos ao Ministério da Saúde, composto por respiradores, máscaras, testes, desfibriladores, incubadoras para bebês, cateteres, cânulas de oxigênio, lençóis, cotonetes, luvas, máscaras de oxigênio e roupas de proteção para profissionais sanitários.

A primeira doação de 200 mil doses da formulação Sinopharm chegou ao país centro-americano em 12 de dezembro, uma das primeiras iniciativas após o restabelecimento das relações diplomáticas bilaterais e o reconhecimento de uma única China.

Dias depois, em 24 de dezembro, enviou um novo lote de 800 mil doses e um milhão de seringas e, segundo dados oficiais, a vacina produzida por Beijing é a oitava a chegar à Nicarágua junto com outros imunógenos internacionais como o russo Sputnik V e Sputnik Light.

A autoridade de saúde alerta para uma tendência de queda de casos positivos para Covid-19 desde a última semana de setembro; bem como diminuição da transmissibilidade e hospitalização de pacientes com a doença e aumento do número de recuperados.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) doaram ao país equipamentos com o objetivo de fortalecer e garantir a proteção ininterrupta das vacinas nos Sistemas Locais de Atenção Integral à Saúde.

Comentários: