Brasília, 27 de janeiro de 2022 às 17:39
Selecione o Idioma:

Nicarágua

Postado em 15/11/2021 6:23

Nicarágua aposta na luta contra a pobreza e na recuperação econômica

.

Manágua (Prensa Latina) A Nicarágua prioriza hoje a luta contra a pobreza e a recuperação econômica, apesar das perdas que se seguiram à tentativa fracassada de golpe de Estado em 2018 e à atual crise sanitária causada pela pandemia de Covid-19.

Ambos os objetivos estão incluídos com ênfase especial na Lei Geral Anual do Orçamento da República de 2022 e, de acordo com entidades nacionais como o Banco Central e revistas especializadas estrangeiras como a The Economist, o ano corrente fechará com um crescimento de mais de oito por cento.

Os números oficiais destacam o progresso feito nos investimentos em infraestrutura, a continuação dos programas sociais destinados aos setores mais vulneráveis da população, a oferta de empréstimos a microempresários e famílias rurais, a construção de moradias e a promoção de novos centros e planos educacionais.

Em 2021, a cobertura elétrica atingiu 99 por cento da população, e o Plano Nacional de Combate à Pobreza e Promoção do Desenvolvimento Humano 2022-2022, com acesso a serviços de saúde e educação de qualidade em todos os níveis, continuará a ser uma prioridade para o próximo período.

O Ministério da Fazenda e do Crédito Público informou que a política de gastos do governo para os próximos meses responderá aos princípios de austeridade, eficiência, transparência, disciplina financeira, estabilidade, racionalização e prosperidade nos investimentos socioeconômicos.

As autoridades do país centro-americano também previam a expansão da atividade comercial e de crédito.

A entidade estatal também reconheceu o aumento das exportações na zona franca, principalmente no setor de vestuário, acessórios de vestuário e chicotes automotivos, e o crescimento projetado da produção de café em 8%, perto de quatro milhões de quintais nesta safra.

Comentários: