Brasília, 21 de janeiro de 2022 às 17:07
Selecione o Idioma:

Internacional

Postado em 12/03/2017 6:44

Mídia: Uma ‘guerra civil’ está acontecendo no coração da Casa Branca

.

© REUTERS/ JONATHAN ERNST
Segundo o periódico britânico Financial Times, a equipe econômica de Donald Trump tem travado uma verdadeira batalha no Salão Oval, dividindo-se basicamente entre dois grupos: os funcionários vindos de Wall Street, alinhados ao liberalismo e os conselheiros políticos do presidente republicano, de tendência protecionista.
A mais recente “reunião ardente”, nas palavras do jornal, aconteceu depois do protecionista e diretor do Conselho Nacional de Comércio, Peter Navarro, ter irritado a Alemanha ao afirmar que Berlim explora um euro desvalorizado. Ele também pediu uma reunião com representantes de Angela Merkel para discutir o déficit fiscal americano com a maior potência europeia.
Bandeiras dos EUA e da UE
© AFP 2017/ THIERRY CHARLIER
Navarro foi apoiado pelo estrategista-chefe do governo, Steve Bannon. Do lado liberal estava o diretor do Conselho Econômico Nacional e ex-CEO do banco Goldman Sachs, Gary Cohn (responsável por renegociar o Nafta). Fontes associadas ao debate disseram ao FT que Cohn sugeriu a transferência de Navarro para fora da Casa Branca e do Departamento do Comércio.
Ainda de acordo com informações do jornal, Trump tomou partido dos protecionistas, embora tenha reduzido o prestígio de Navarro no alto escalão de seu gabinete.

Comentários: