31.5 C
Brasília
domingo, 10 dezembro, 2023

México usará vacinas produzidas por Cuba e Rússia como reforço anticovid

País receberá 4 milhões de unidades da vacina russa ‘Sputnik’.

O Governo do México anunciou esta semana que utilizará mais de 9 milhões de doses das vacinas da Rússia (Sputnik) e de Cuba (Abdala), em sua estratégia de reforço contra a covid-19, cujos casos voltaram a aumentar significativamente nos Estados Unidos recentemente.

O secretário de Saúde mexicano, Jorge Alcocer, anunciou que o país receberá 4 milhões de unidades da Sputnik.

A informação foi divulgada um dia depois de a Food and Drug Administration (FDA), agência reguladora dos Estados Unidos, ter aprovado as vacinas atualizadas contra a covid-19 da Moderna e da Pfizer/BioNTech, em meio a um aumento no número de hospitalizações e surgimento de novas variantes.

A atual campanha de reforço anticovid no México para 2023-2024 atenderá quase 25 milhões de pessoas de quatro grupos: maiores de 60 anos, gestantes, pessoas com comorbidades e profissionais de saúde.

Ainda segundo a agência russaInterfax, o México também utiliza as vacinas norte-americanas da Pfizer, Moderna e Johnson&Johnson, além da britânica da AstraZeneca, para conter os casos de coronavírus no país.

https://br.rbth.com/ciencia/88241-mexico-usara-vacinas-produzidas-por-russia-cuba-reforco-anticovid

ÚLTIMAS NOTÍCIAS