Brasília, 13 de janeiro de 2022 às 10:31
Selecione o Idioma:

México

Postado em 02/01/2020 9:44

México defenderá o direito de asilo na política externa

.

México, 2 de janeiro (Prensa Latina) No caso da Bolívia e em geral, o México defenderá o direito de asilo como um problema do princípio da política externa do país, insistiu hoje o presidente Andrés Manuel López Obrador.
Em sua primeira entrevista coletiva pela manhã este ano no Palácio Nacional, o presidente anunciou aos repórteres que o ministro das Relações Exteriores Marcelo Ebrard continuará relatando o assunto à medida que os eventos na Bolívia ocorrerem.

Ele reiterou que a instrução dada é que o direito de asilo seja afirmado, uma vez que não podemos enfraquecer nesta questão de proteção aos políticos perseguidos.

Ele confirmou que as ordens de asilo foram recebidas em nossa embaixada e somente depois que foram concedidas foram emitidos mandados de prisão pelo regime de fato.

Ele esclareceu que, se entregarmos os requerentes de asilo na embaixada, estaremos encerrando o direito de asilo, algo que para o México é sagrado.

Faz parte do Direito Internacional, mas, no caso do nosso país, sempre o praticamos nas circunstâncias mais difíceis.

Ele observou que a embaixadora expulsa da Bolívia María Teresa Mercado desempenhou um papel muito importante, nós a reconhecemos muito como diplomata de primeira classe que agiu com inteligência e firmeza.

Comentários: