Brasília, 2 de dezembro de 2021 às 14:55
Selecione o Idioma:

Brasil

Postado em 09/08/2016 8:45

‘Medida de Gilmar Mendes contra o PT é espetáculo teatral’, afirma Dallari

.

Para o jurista Dalmo Dallari, professor emérito da USP, a declaração do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro Gilmar Mendes, de pedir abertura de uma investigação – e possível cassação da legenda – para apurar se o PT recebeu recursos oriundos de corrupção na Petrobras “não tem o mínimo fundamento jurídico e não tem possibilidade de êxito”.
“É puramente um espetáculo teatral”, acrescenta. Coordenador jurídico da campanha de Dilma Rousseff em 2014, o advogado Flávio Crocce Caetano afirma que a medida “não tem razão de ser e está fadada ao insucesso”, afirmou o jurista em entrevista à Rede Brasil Atual.

Sem poupar críticas, Dallari afirma que “mais uma vez fica mais do que evidente que o compromisso do Gilmar Mendes com o Direito e a Constituição não existe”.

“Ele é um oportunista. Age como militante político. É o homem dos dois lados do balcão. Não tem ética, não tem compromisso jurídico. Coloca em primeiro lugar os seus interesses pessoais”, frisou.

Para Dallari, o caso não tem possibilidade de prosperar, mesmo diante do atual quadro de ameaças a direitos constitucionais, denunciadas por juristas em todo o país. “A maioria dos brasileiros tem consciência da importância de viver de acordo com uma Constituição democrática. O que existe é oportunismo, lamentavelmente estimulado por um setor da grande imprensa, que antes de tudo é grande empresa.”

Com informações da Rede Brasil Atual

Comentários: