Brasília, 20 de janeiro de 2022 às 02:41
Selecione o Idioma:

Papo do Dia

Postado em 08/03/2021 10:08

LULA SE TORNA ELEGÍVEL E ABSOLVE O FACCIOSO SÉRGIO MORO

.

Ricardo Mezavila*

A decisão do ministro Edson Fachin de anular as condenações de Lula na Lava-Jato tornando-o elegível, tem como finalidade principal o não julgamento da parcialidade de Sérgio Moro.

Lula tem seus direitos restituídos e Moro foi absolvido de ser desmoralizado ao ser considerado suspeito, como ficou extensamente provado quando a defesa do ex-presidente teve acesso aos áudios criminosos entre os Procuradores e o juiz.

Curioso foi o argumento do ministro Fachin de que a 13ª vara Federal de Curitiba era incompetente para processar e julgar Lula nos processos do Triplex e do sítio.

Que a 13ª vara não tinha competência para processar e julgar, o estudante de direito no primeiro dia de aula sabia disso, um leigo sabe disso. Por que demorou três anos para que o STF admitisse esse estupro jurídico?

Porque o STF fez parte do maior escândalo da justiça brasileira iniciado com o golpe de 2016, continuado com a prisão de Lula e desencadeando na eleição do pior ser humano que habita o planeta.

Fachin também admitiu na decisão que não havia conexão entre os supostos crimes que o Ministério Público Federal atribuía a Lula e a investigação de atos de corrupção na Petrobras, isso o próprio Sérgio Moro admitiu no processo,

A mídia que sempre jogou fumaça para as arbitrariedades judiciais contra Lula, sustentou a aberração jurídica atacando e fazendo o linchamento público do petista.

Muita coisa ainda pode acontecer, Gilmar Mendes pode querer levar a decisão monocrática para plenário, a PGR entrou com recurso, e a defesa de Lula não considera a decisão satisfatória para reparar todos os danos causados à vida do ex-Presidente.

É esperar para ver!

 

*Ricardo Mezavila, cientista político

Comentários: