25.5 C
Brasília
quarta-feira, 24 julho, 2024

Jornalista palestino e 42 familiares mortos em bombardeio israelense

Ramallah, 7 nov (Prensa Latina) O jornalista palestino Mohammed Abu Hasira morreu junto com 42 membros de sua família em um bombardeio israelense no norte da Faixa de Gaza, informou nesta terça (07) a agência de notícias oficial Wafa.

O nosso colega Abu Hasira morreu juntamente com a sua família, incluindo filhos e irmãos, num ataque que teve como alvo a sua casa localizada perto do porto de pesca a oeste da cidade de Gaza, disse a fonte.

Wafa indicou que a declaração foi feita por um membro da sua equipa naquele enclave costeiro, onde vivem 2,3 milhões de pessoas.

Segundo o Comité para a Proteção dos Jornalistas, desde o início do novo ciclo de violência na região, a 7 de outubro, 31 jornalistas palestinianos perderam a vida, além de quatro israelitas e um libanês.

Na semana passada, o correspondente de televisão palestiniano Mohammed Abu Hatab e 11 membros da sua família morreram após um bombardeamento à sua casa na cidade de Khan Yunis, na Faixa de Gaza.

O Sindicato dos Jornalistas Palestinianos manifestou dias atrás a sua profunda preocupação pela vida dos seus membros naquele território, onde foram relatadas mais de 10.000 mortes em 32 dias.

Recentemente, o Comité das Liberdades Sindicais criticou os ataques israelitas contra cinquenta sedes de instituições do sector, incluindo os escritórios da estação de televisão catariana Al Jazeera, da Palestina TV, das agências de notícias Maan, bem como dos jornais Al Quds e Al Ayyam.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS