Brasília, 4 de dezembro de 2021 às 05:14
Selecione o Idioma:

Internacional

Postado em 26/09/2018 11:11

Israel vai pensar 2 vezes antes de nos atacar, diz ministro sírio sobre chegada do S-300

.

© Sputnik / Igor Zarembo

A entrega do sistema de defesa aérea S-300 à Síria pela Rússia fará com que Israel pense duas vezes antes de atacar a república árabe mais uma vez, afirmou o vice-ministro de Relações Exteriores da Síria, Faisal Mekdad.

Na segunda-feira, o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, disse que a Rússia tomará uma série de medidas para aumentar a segurança de suas tropas na Síria, incluindo as entregas do sistema S-300, após o acidente do Il-20.

“Israel, que se acostumou a realizar muitos ataques sob diferentes pretextos, teria que recalcular e reconsiderar antes de atacar novamente”, declarou Mekdad à agência de notícias chinesa Xinhua na terça-feira.

Mekdad observou que os sistemas seriam usados apenas em caso de ataque à Síria. Ele também ressaltou que a agressão contra a Síria foi uma agressão contra todas as forças que combatem o terrorismo no país.

Em 17 de setembro, a base aérea russa de Hmeimim, na Síria, perdeu contato com a tripulação da aeronave militar, que estava monitorando a situação em terra na província síria de Idlib. Ao mesmo tempo, quatro jatos israelenses F-16 atingiram alvos sírios na província de Latakia.

Segundo Shoigu, Israel havia notificado os militares russos de seus ataques aéreos apenas um minuto antes de seu início e não conseguiu fornecer a localização de seus bombardeiros à Rússia. Como resultado, o Il-20 foi pego no fogo cruzado e abatido por um míssil lançado pelo sistema de defesa aérea S-200 da Síria.

A Rússia culpou Israel pelo incidente, que custou a vida de 15 soldados, e disse que as Forças de Defesa de Israel (IDF) usaram o russo Il-20 como escudo.

Comentários: