Brasília, 11 de maio de 2022 às 16:02
Selecione o Idioma:

Brasil

Postado em 16/02/2019 8:45

“Fake news acima de tudo, fake news acima de todos”, uma análise da campanha Bolsonaro

.

Artigo expõe como a campanha de Jair Bolsonaro utilizou os discursos da “família tradicional brasileira” para se eleger

Jornal GGN – Artigo de Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão, Fernanda Marina Feitosa Coelho e Tainah Biela Dias, publicado na Revista Eletrônica Correlatio, em dezembro do último ano, expõe como a campanha de Jair Bolsonaro utilizou os discursos da “família tradicional brasileira”, a oposição ao “kit gay” e à “ideologia de gênero” para obter a vitória no segundo turno das eleições presidenciais no Brasil.

Maranhão é docente do Programa de Pós-Graduação em Direitos Humanos, Cidadania e Políticas Públicas e do Centro de Ciências Jurídicas da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Coelho é Doutoranda do Programa de Ciências da Religião na Universidade Metodista de São Paulo e Dias é doutoranda do Programa de Ciências da Religião na Universidade Metodista de São Paulo.

Por meio de uma pesquisa bibliográfico-documental, os acadêmicos comprovaram como a campanha de Bolsonaro teve o apoio massivo de setores conservadores da sociedade brasileira. Eles ainda expõe os impactos “à democracia e à laicidade do Estado brasileiro, sobretudo considerando o não-compromisso com os direitos de mulheres e da população LGBT+ e com questões de gênero e sexualidade, combatidas com argumentos falaciosos que também são respaldados por um discurso político-religioso que se afirma monolítico”.

Comentários: