Brasília, 30 de novembro de 2021 às 15:44
Selecione o Idioma:

Brasil

Postado em 31/08/2016 3:39

“É um retrocesso muito grave para a democracia”, afirma Dallari

.

 Foto: Roberto Parizotti
O professor emérito da USP, Dalmo Dallari, afirmou em entrevista ao Portal Vermelho, que a aprovação do impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff, nesta quarta-feira (31), representa um retrocesso para a democracia.
Por Dayane Santos
“É um retrocesso muito grave para a democracia. Temos uma boa Constituição que impede a instauração de uma ditadura, mas de qualquer maneira, temos o corpus representativo que são inconstitucionais e que não tem o mínimo respeito para com o povo brasileiro”, disse ele se referindo ao governo de Michel Temer (PMDB).

Sobre o processo, Dallari disse que reforçou a “convicção de que é absolutamente contrário à Constituição” os fundamentos apresentados como crime de responsabilidade.

“Queiram ou não é um golpe contra a Constituição. Não tenho a mínima dúvida em afirmar isso”, disse o professor. “Acompanhei toda a discussão e ouvindo todos os depoimentos, mais do que nunca me convenci de que é uma arbitrariedade. É uma decisão absolutamente contra a Constituição. Ninguém demonstrou que a presidenta praticou crime de responsabilidade. Nem de longe”, completou.

Dallari, no entanto, enfatiza que a aprovação do impeachment abre espaço para a resistência contra o governo Temer.

“Precisamos decidir se o Temer vai continuar, já existe denúncia contra ele também. Acho que, agora, seria o caso de decretar o impeachment do Temer utilizando os mesmos critérios utilizados por aqueles que aprovaram”. Declarou.

E finaliza: “O Temer mostrou que não é um bom governante e que não respeita a Constituição”.

Do Portal Vermelho

 

Comentários: