Brasília, 15 de maio de 2022 às 09:07
Selecione o Idioma:

Internacional

Postado em 04/12/2020 4:13

Dinamarca vai encerrar exploração de petróleo em 2050

.

A produção de petróleo está em queda na Dinamarca já há alguns anos.

DW Brasil  – Maior produtor da União Europeia, país quer alcançar neutralidade de emissões até 2050. Decisão é anunciada depois de empresa francesa Total também desistir de leilão no Mar do Norte.

A Dinamarca vai encerrar a exploração de petróleo no Mar do Norte até 2050. O governo e vários partidos da oposição chegaram a um acordo sobre a medida, aprovada pelo Parlamento nesta quinta-feira (03/12).

A decisão foi tomada depois de a empresa francesa Total ter anunciado, há alguns meses, que retirava a sua oferta para o oitavo leilão de licenciamento, tal como fizeram outras duas das quatro empresas inicialmente interessadas, deixando apenas uma concorrente.

Com a decisão, o oitavo leilão foi cancelado, bem como qualquer outro que estivesse previsto para mais tarde.

Com a saída do Reino Unido da União Europeia (UE), a Dinamarca passou a ser a maior produtora de petróleo do bloco, com cerca de 100 mil barris por dia. O Reino Unido produz cerca de 1 milhão de barris por dia, e a Noruega, maior produtora de petróleo da Europa, cerca de 1,4 milhão.

“Estamos encerrando definitivamente a era fóssil”, disse o Ministro da Energia, Dan Jörgensen, que lembrou que o país quer alcançar a neutralidade de emissões até 2050.

Parque de energia eólica no Mar do Norte, perto da costa da DinamarcaParque de energia eólica no Mar do Norte, perto da costa da Dinamarca

Aposta em energia eólica

A Dinamarca iniciou as suas atividades petrolíferas no Mar do Norte em 1972 e conta com 55 plataformas em 21 campos, 15 de petróleo e seis de gás, que serão igualmente desmanteladas.

Desde o início da exploração no Mar do Norte, o Estado dinamarquês ganhou cerca de 514 bilhões de coroas (69 bilhões de euros) e espera ganhar entre 88 bilhões e 240 bilhões de coroas (12 bilhões e 32 bilhões de euros) até 2050, de acordo com a Direção-Geral de Energia.

A produção de petróleo, porém, está em queda na Dinamarca já há alguns anos, e caiu pela metade ao longo da última década.

A Dinamarca é um dos países mais ricos da Europa, com um Produto Interno Bruto (PIB) per capita de quase 50 mil euros, ou seja, 80% acima da média da União Europeia. Boa parte dessa riqueza veio da exploração de petróleo.

Hoje o país é um dos pioneiros nas energias renováveis e aposta principalmente na energia eólica devido a sua grande costa marítima.

Comentários: